segunda-feira, 19 de julho de 2021

Presentes da Escola Digna


Por Felipe Costa Camarão

Em 15 de julho, a primeira unidade do Programa Escola Digna completou cinco anos. Ainda posso sentir a mesma emoção que experimentei naquela manhã no povoado Muriçoca, em Fortaleza dos Nogueiras, no sul do Maranhão, quando, ao lado do governador Flávio Dino, descerramos a placa de inauguração da Unidade Escolar Pedro Álvares Cabral. Ali, tive a convicção de que haveria um caminho desafiador a ser percorrido, porém marcado por profundas transformações de vidas, pela Educação.

Nessa data, celebramos, com as famílias maranhenses, 1.358 equipamentos, entre construções, reformas e requalificações de espaços educacionais, espalhados por todo o território maranhense. Graças à determinação política do nosso governador, o Escola Digna chega à posição de destaque, como o maior programa de investimentos educacionais da história do Maranhão e, quiçá, do Brasil. Tornou-se uma política de Estado pela robustez de seus resultados, que vão além da melhoria da estrutura física escolar, pois alcançam gente – crianças, adolescentes, jovens, pais e profissionais da educação, que tiveram suas trajetórias mudadas com dignidade e justiça social.

Semanalmente, percorremos o Maranhão, levando novas ordens de serviço, vistoria de obras, inaugurações de escolas e equipamentos que realizam sonhos de gerações passadas e atuais e representam conquistas aguardadas, por anos, em diversas comunidades. São histórias fascinantes de quem doou o terreno para a construção da escola, pais pedreiros, que almejavam ver seus filhos em espaços adequados e tantas outras.

Contudo, na semana de aniversário da primeira Escola Digna, sublinho os presentes do governo Flávio Dino, no âmbito da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), à comunidade escolar maranhense, que vão desde investimentos em aprendizagem, qualificação profissional, mais educação em tempo integral e, notadamente, mais escolas dignas.

Iniciamos, na segunda-feira (12), a quarta edição do “Terceirão Não Tira Férias – e fica em casa aprendendo”, para fortalecer a aprendizagem dos estudantes maranhenses para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e vestibulares. Neste ano, a novidade é a transmissão pela TV Educação – Caminho para o Saber, e pela Plataforma Gonçalves Dias, ao vivo, para atender os municípios aonde o sinal da TV não chega. Na programação, aulas e resolução de questões, lives temáticas aos sábados com professores e interação dos estudantes, por meio de aplicativo de mensagens. E um simulado online, no final, para que o estudante possa avaliar seus conhecimentos.

Seguindo a determinação do governador Flávio Dino, lançamos o Programa Mais Integral, para apoio técnico-financeiro a municípios, com foco na implantação de escolas em tempo integral, nas redes municipais, ação que visa promover a melhoria do fluxo escolar e a elevação dos indicadores educacionais, em todo o território maranhense. Inicialmente, o termo de cooperação foi firmado com 10 municípios da Baixada Maranhense: Cururupu, Pinheiro, Cedral, Central do Maranhão, Mirinzal, Guimarães, Bequimão, Apicum-Açu, Serrano do Maranhão e Bacuri. Isso fará uma verdadeira revolução na Educação desses municípios, principalmente porque impactará diretamente na vida de crianças e adolescentes maranhenses, que terão acesso à educação em tempo integral. Nossa meta é que cada município implante, pelo menos, uma escola em tempo integral em sua rede.

Outro presente para os maranhenses foram os 167 cursos, com 6.330 vagas para a qualificação profissional de adolescentes, jovens e adultos, em 44 municípios, pelo Eixo Capacitação, do Programa Trabalho Jovem. Os cursos são articulados aos setores econômicos locais e regionais, para geração de emprego, renda e desenvolvimento econômico. Tive a alegria de estar presente nas aulas inaugurais e pude contemplar, nos alunos, sorrisos e olhares entusiasmados, cheios de expectativas com os cursos.

Também, continuamos a entrega de kits literários e pedagógicos aos municípios a fim de ajudá-los, nesse período de planejamento, para o retorno das aulas presenciais. Compreendemos que todos os estudantes, sejam da rede estadual ou redes municipais, são estudantes da rede pública maranhense. São 700 livros e mais 300 kits pedagógicos, por município. Mais de 60 já receberam e chegaremos a 100 municípios, nessa primeira fase.

Nesse aniversário da Escola Digna, assinamos Ordens de Serviço para construção de duas unidades, no município de Anapurus, que serão construídas nos povoados Sapucaí e Assentamento Morada Nova, respectivamente. Ainda na cidade, o Governo do Estado entregou à escola municipal em tempo Integral Isidoro Pires Monteles um laboratório de Ciências e Biologia e construirá uma quadra poliesportiva.

Com imensa alegria, posso afirmar que inúmeras ações da Escola Digna ocorrem em todo o Maranhão, neste momento. São mais que presentes, representam conquistas do povo maranhense que, agora, tem motivos para se orgulhar e alimentar o sonho de ver os filhos, em um futuro próximo, concretizando seus projetos de vida.

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade