terça-feira, 16 de julho de 2019

Tribunal de Justiça do Maranhão — Foto: Divulgação/CNJ

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) emitiu nota pública nesta segunda-feira (15) após a prisão dos servidores Daniel Andrade Freitas e Thiago da Silva Araújo, além do prestador de serviço terceirizado Thiago Rafael de Oliveira Candeira. Todos são suspeitos de participar de um esquema de corrupção dentro do tribunal. 

De acordo com o Ministério Público do Maranhão e a Polícia Civil, os envolvidos no esquema conseguiam informações sobre os credores de precatórios e em seguida entravam em contato buscando vantagens para que dessem preferência na ordem de pagamento aos credores da Fazenda Pública. 

De acordo com o TJ-MA, a investigação criminal dos crimes foi iniciada após requisição do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, em face de denúncias apresentadas perante a própria Coordenadoria de Precatórios recebidas pelo juiz auxiliar da presidência e coordenador da gestão de precatórios, André Bogéa. 

Ainda segundo o TJ-MA, as ações fazem parte de um conjunto de medidas que visam garantir a correta utilização dos recursos públicos ao pagamento de precatórios e ainda zelar pela proteção dos direitos dos credores. 

“As condutas dos três servidores já vinham sendo monitoradas pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, por meio da Coordenadoria de Precatórios, com o que se logrou prevenir prejuízos aos cofres públicos. Importante ainda esclarecer que a ordem cronológica das listas de pagamentos dos entes públicos devedores de precatórios persistem intactas, imunes a quaisquer interferências ilícitas, vez que são confeccionadas segundo protocolo único do Tribunal de Justiça, inacessível aos servidores em questão”, diz a nota do tribunal.


Atendendo requerimento feito pelo Ministério Público do Maranhão, a Justiça condenou, nesta terça-feira, 9, o prefeito de Buriticupu José Gomes Rodrigues por ato de improbidade administrativa, em razão de irregularidades em licitação realizada em 2013. Uma das penalidades é a perda da função pública.

A Ação Civil Pública, que resultou na condenação, foi assinada pelo promotor de justiça Gustavo de Oliveira Bueno. Proferiu a sentença o juiz Raphael Leite Guedes.

Também foram condenados o empresário Francisco Zerbini Dourado Gomes e a empresa F. Z. Construções e Serviços Eireli-ME.

O procedimento licitatório teve como objeto a contratação de empresa para prestação de serviços de locação de veículos para diversas secretarias municipais.

Na sentença, além da perda do cargo pelo prefeito, os envolvidos foram condenados às outras sanções previstas pela Lei nº 8.429/1992 (Lei de Improbidade Administrativa): suspensão dos direitos políticos pelo período de oito anos; multa no valor correspondente a 100 vezes o valor da remuneração recebida no cargo de prefeito e multa para os demais réus de duas vezes o valor do dano ao erário.

Os condenados também poderão ficar proibidos de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que seja por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo período de cinco anos; ressarcimento integral do dano ao erário.

De acordo com a investigação do MPMA, o procedimento licitatório foi realizado com várias irregularidades, incluindo ausência de prova da regularidade da empresa com a Fazenda Estadual, inexistência da certidão negativa de dívida ativa da contratada e do atestado de capacidade técnica, além da ausência de CNPJ, endereço e telefone, que abrandaram os critérios de qualificação técnica e econômica, facilitando a contratação da empresa.

Pelo contrato, a empresa F. Z. Construções e Serviços Eireli-ME recebeu da Prefeitura de Buriticupu o montante de R$ 99.518,89.

José Hildo foi preso na segunda-feira (15) pela polícia no município de Timon; Corpo da vítima foi localizado próximo às margens do Rio Parnaíba.

Segundo a polícia, José Hildo já foi preso também por ter espancado um bebê — Foto: Divulgação/Polícia

Um homem identificado como José Hildo foi preso na segunda-feira (15) pela polícia no município de Timon, a 450 km de São Luís, após matar a pauladas o seu amigo, que não teve a identidade revelada, por conta de uma dívida no valor de apenas R$ 10.

Segundo a polícia, o crime aconteceu no domingo (14), mas só na manhã da segunda José Hildo, que também é conhecido como “Ié”, foi preso ao se apresentar na delegacia de Timon. O corpo da vítima foi localizado próximo às margens do Rio Parnaíba.


Ao ser ouvido pelos policiais, José Hildo relatou que matou seu amigo por causa de uma dívida correspondente a R$ 10 e logo após confessar o seu crime ele levou os policiais para o local onde se encontrava o corpo.

De acordo com informações da polícia, esta não é a primeira vez que José Hildo é preso. Em outro momento ele foi preso por espancar um bebê. José Hildo foi autuado pelo crime de homicídio e vai ficar à disposição da Justiça.

G1 MA
segunda-feira, 15 de julho de 2019

Segundo a polícia, vítima recebeu uma facada após uma discussão. Um homem identificado como Francisco Pereira foi preso e confessou o crime.


Francisco Pereira é suspeito de cometer um assassinato por causa de um pedaço de melancia em Davinópolis, no Maranhão — Foto: Divulgação/Polícia Civil


Um homem identificado como Francisco Pereira é suspeito de ter matado a facadas um homem na tarde deste domingo (14) na cidade de Davinópolis, no sudoeste do Maranhão. Segundo a polícia, o crime aconteceu por causa de uma briga causada pela fatia de uma melancia.

A vítima foi identificada como Josemir Costa de Amorim, que morreu após ter recebido uma facada. Ele estava na casa de um amigo quando Francisco Pereira teria comprado uma melancia e colocado na geladeira. Josemir foi até a geladeira e percebeu que uma fatia havia sido retirada da melancia.

Josemir Costa de Amorim morreu após receber uma facada
por conta de uma discussão por pedaço de melancia — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Ainda de acordo com a polícia, Josemir e Francisco tinham ingerido bebida alcoólica e acabaram brigando por causa da fatia de melancia. As pessoas no local separaram a briga, mas Francisco teria recebido um soco no rosto e foi lavar o rosto na pia. Após Josemir ir até ele para conversar, acabou surpreendido com uma facada na barriga.

Após o crime, Francisco foi preso por policiais militares e apresentado na delegacia pelo crime de homicídio. Ao ser ouvido, confessou todo o crime. Depois, Francisco foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz.

G1 MA
Emílio Alves Miranda faleceu aos 61 anos.

Morreu nesta segunda-feira (15), aos 61 anos, o ex-vereador de Godofredo Viana Emílio Alves Miranda. De acordo com informações de familiares e amigos, entre eles o vereador Jorge Alberto, Emílio estava internado em São Luis onde lutou bravamente pela vida. Ele deixa a esposa e filhos. 

O velório acontece no Salão Paroquial, a partir das 5 da manhã desta terça feira. O enterro será na quarta feira (17), no Cemitério Municipal.


Emílio entrou na vida pública em 1992, quando foi eleito vereador em Godofredo Viana, foi presidente da Câmara nos anos de 1995 e 1996. Permaneceu no cargo durante mais um mandato. Sua atuação foi concentrada na área do esporte, educação e agricultura.

Em nota, a Câmara de Godofredo Viana lamentou o falecimento “com pesar e profunda tristeza”. No texto, o vereador Jorge Alberto, presidente da Câmara, afirmou que Emílio foi um vereador “muito importante para a cidade de Godofredo Viana e muito atuante”."

A cidade de Godofredo Viana está em Luto.





O estudante de São Mateus do Maranhão que ganhou a internet na última semana tocando em uma bateria improvisada esteve em São Luís com sua família neste final de semana. Além de conhecer a sede do Governo do Estado, o Palácio dos Leões, o estudante Danilo Alexandre Silva, de 14 anos, foi recebido pelo governador Flávio Dino e recebeu um presente inesperado, um instrumento novo para continuar seus ensaios e apresentações.

“Vou poder tocar em igrejas, em aniversários e vou continuar estudando”, disse feliz após receber o instrumento.

Morador do povoado de São Benedito, onde também vive a avó, Danilo viu o amor pelo instrumento nascer quando ele ainda morava em São Luís. “Eu via as pessoas tocarem na igreja, achava bonito”, disse. Já no interior do estado, começou a juntar baldes para montar o próprio instrumento.




“Eu comecei a tocar e me apaixonei pela bateria, e as coisas que eu mais gosto de fazer são jogar bola e tocar bateria”, disse.

Além dos familiares, Danilo também veio acompanhado de um antigo professor da Escola Municipal que frequentou, o também músico Silas do Carmo. O garoto tinha parado de frequentar as aulas por falta do instrumento.

“Estou muito feliz porque estou vendo o Danilo feliz, motivado a continuar a estudar música, e com certeza essa bateria que ele ganhou aqui hoje vai servir para estimular outras crianças e adolescentes”, disse o professor.

O menino também ganhou incentivo para continuar nas aulas da Escola Municipal de Música de São Mateus.



“Encontramos o Danilo através das redes sociais, vimos o talento que ele tinha, mostramos a professores da Escola de Música Estadual que aprovaram e resolvemos trazer ele para que ganhasse uma bateria profissional e também fazer parceria com a prefeitura de São Mateus para que ele possa frequentar a Escola de Música de lá e possa desenvolver o seu talento”, falou o secretário de Cultura, Anderson Lindoso.

Após o encontro com o governador, o jovem se apresentou na Feirinha da Praça Benedito Leite, em São Luís.

Resgate dos turistas aconteceu no sábado (13) no Parque dos Lençóis Maranhenses, em Barreirinhas; Walter Mario dos Santos morreu após sofrer uma parada cardíaca.




Uma equipe do Centro Tático Aéreo (CTA) resgatou no sábado (13) um grupo de turistas que estava perdido dentro do Parque dos Lençóis Maranhenses, situado no município de Barreirinhas, a 252 km de São Luís, após um guia turístico identificado como Walter Mario dos Santos ter sofrido uma parada cardíaca fulminante, o que o levou a morte no local. Walter Mario estava acompanhando os turistas durante a visitação no parque.

Segundo a equipe do CTA após a parada cardíaca do guia turístico, os turistas pediram socorro à vítima por meio da frase “SOS” que foi escrita na areia por eles. Eles estavam em uma dimensão do parque, que é considerada uma área de difícil acesso.


O grupo do Centro Tático Aéreo iniciou as buscas com a ajuda de um helicóptero e após sobrevoar a área conseguiu localizar e resgatar os turistas, que foram levados para Barreirinhas, onde receberam cuidados médicos e posteriormente foram levados para a delegacia, onde prestaram depoimento sobre o caso.

Em seguida, o CTA realizou o translado do corpo do guia Walter Mario dos Santos, que foi entregue aos seus familiares. Uma equipe do Corpo de Bombeiros com o apoio da polícia local da cidade de Barreirinhas também participou da remoção do corpo do guia a fim de tomar as providências cabíveis. 

G1 MA
domingo, 14 de julho de 2019


Uma mulher invadiu o altar e empurrou o padre Marcelo Rossi durante uma missa em Cachoeira Paulista neste domingo (14). A mulher furou a segurança, invadiu o palco durante a celebração que acontecia na Canção Nova e empurrou o padre de cima da estrutura. Apesar da queda, ele não ficou ferido e a mulher foi contida pela Polícia Militar.

O padre estava no local para a missa de encerramento do acampamento ‘Por Hoje Não’ (PHN). Por volta das 14h50 a mulher, que participava do evento, conseguiu furar a segurança, invadiu o palco por trás e empurrou o padre, que caiu da estrutura. 



No momento, pelo menos 50 mil pessoas participavam da celebração. Apesar da queda, o padre voltou ao palco minutos depois e continuou a celebração.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher está sendo encaminhada para a delegacia de Lorena para o registro do caso. A PM informou que a ocorrência está sendo feita pela Canção Nova porque o Padre Marcelo Rossi decidiu não registrar a agressão.

A polícia informou que a mulher tem 40 anos e que fazia parte de um grupo que veio do Rio de Janeiro para o evento. Os acompanhantes informaram à PM que ela sofre de transtornos mentais.

Via CorreiodoEstado

A delegação do município de Godofredo Viana, que participou da 47ª edição dos Jogos Escolares Maranhense (JEMS)m fase regional, voltou para casa com duas medalhas -- uma de prata e uma de bronze. O município foi representado por 04 equipes na competição que terminou, neste fim de semana, em Centro Novo do Maranhão. O saldo foi considerado positivo pela coordenação godofredense.

As duas foram conquistadas no Futsal masculino. A equipe Infantil ficou em segundo lugar conquistando a Prata e o Infanto ficou em terceiro ganhando o bronze.

A participação dos alunos/atletas no evento de Centro Novo se deu graças ao apoio fornecido pelo prefeito Sissi Viana, através das Secretariais Municipais de Esporte e Educação. 

“Os estudantes representaram muito bem a nossa cidade. Fizeram bonito e deixaram o povo godofredense orgulhoso”, disse Sissi Viana.

Prefeito Sissi Viana esteve presente apoiando as equipes de Godofredo Viana
O secretário de Esportes, João de Vavá, que esteve em Centro Novo acompanhando os jogos da modalidade, destacou que o incentivo da Prefeitura tem sido fundamental para a participação dos godofredenses. 

“Os Jogos Escolares é uma prioridade para a gestão do prefeito Sissi Viana. Estamos apoiando os nossos estudantes para que eles possam participar do evento. É muito gratificante nossos jovens terem a chance de mostrar seu talento no esporte, além dos resultados em termos de rendimento ainda têm a oportunidade de socializarem, conhecerem novas culturas, fazer novas amizades e isso é importante”.



A Secretaria do Tesouro Nacional divulgou um relatório com a lista de municípios que tiveram o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) bloqueado. Segundo a pasta, o bloqueio foi realizado devido a irregularidades junto à Receita Federal.

No Maranhão, cinco cidades tiveram os recursos deste dia 10 de julho bloqueados do FPM: Alto Alegre do Pindaré (prefeito Fufuca), Apicum-Açu (Claudio Cunha), Boa Vista do Gurupi (prefeito Batista), Conceição do Lago-Açu (prefeito Alexandre Lavepel) e Fortuna (prefeito Arlindo Filho).

O bloqueio do FPM dos municípios impede a liberação de recursos nos dias 20 e 30 de julho, até que a administração municipal realize a regularização junto à Receita.

De acordo com o parágrafo único do Artigo 160 da Constituição Federal, o repasse do FPM está condicionado a algumas normas. Débitos com o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a inscrição na dívida ativa pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) são alguns motivos que podem acarretar a suspensão das transferências.
sábado, 13 de julho de 2019

Naque (MG) – O prefeito de um município mineiro distante 258 km da capital, Belo Horizonte, foi morto com seis tiros na manhã deste sábado (13/07/2019), após uma discussão com um vereador da mesma cidade. Segundo a Polícia Militar , Hélio Pinto de Carvalho (PSDB-Mg), o prefeito, discutiu com Marcos Alves de Lima (PSDC-MG) quando foi alvejado. O motivo, ainda segundo a PMMG, teria sido por conta de uma cerca que o tucano queria impedir que Alves instalasse, na intenção de demarcar territórios.

A PM de Naque (MG) disse ao G1 que Lima tem um lote no município. O prefeito quis impedir a demarcação, o que gerou o desentendimento. Segundo testemunhas, Carvalho teria agredido o vereador com chicotadas quando ele sacou a arma e abriu fogo.

O prefeito chegou a ser socorrido e encaminhado a um hospital em Ipatinga, cidade a 40 quilômetros de distância de onde ocorreu o crime. Apesar dos esforços, ele não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 9h50. Os disparos foram efetuados contra o tórax e as pernas da vítima.

Lima fugiu, mas foi detido em Governador Valadares (MG). Às autoridades, o vereador afirmou que atirou para se defender: ele apresentou as escoriações no corpo, que teriam acontecido durante uma luta corporal com Carvalho. O caso será investigado pela Polícia Civil de Ipatinga.

G1 MG

Neste sábado, 13 de julho, está sendo realizada mais uma edição da Feira da Agricultura Familiar, no Mercado Central de Santa Helena, na Baixada Maranhense. Em sua 30ª edição, o encontro mercantil entre pequenos agricultores rurais, pescadores e consumidores oferece produtos hortifrutigranjeiros de qualidade com preços atrativos, sem a interferência do chamado ‘atravessador’.

Secretário de Agricultura, João de Rui acompanhando de perto a realização da feira
Seguindo o sucesso de edições anteriores, na feira, consumidores de Santa Helena e de municípios vizinhos encontram frutas, verduras, hortaliças, leite e seus derivados, aguardentes de cana produzidos na região, peças artesanais e do vestuário, além de uma infinidade de itens que já consagraram o evento como um dos mais concorridos da Baixada Maranhense.

A satisfação estampada no rosto de consumidores que frequentam a feira
Acompanhando tudo de perto, o secretário Municipal de Agricultura, João de Rui disse que esta feira representa, na prática, o compromisso e apoio da Prefeitura de Santa Helena, na administração do prefeito Zezildo Almeida com a Agricultura Familiar e com a população. “O apoio logístico com bancas padronizadas para os feirantes e o transporte de mercadorias, além do suporte oferecido aos pequenos agricultores comprovam o empenho e o compromisso do prefeito Zezildo com os trabalhadores rurais, responsáveis pela movimentação de boa parte da economia do município, no que se refere a distribuição de renda e geração de postos de trabalho”, destacou o secretário João.
Produtos hortifrutigranjeiros de qualidade oferecidos na Feira
Além de toda infraestrutura fornecida aos produtores rurais e comerciantes, o secretário João de Rui faz questão de acompanhar in loco todas as edições da feira, observando o relacionamento entre feirantes e consumidores, ouvindo sugestões e quando necessário, críticas, para que a Feira da Agricultura Familiar de Santa Helena seja referência no sentido de entender e atender os anseios de seus frequentadores, tanto quem comercializa, quanto quem compra os produtos ofertados no local. Para isso, o prefeito Zezildo Almeida não tem medido esforços no sentido de assegurar as condições necessárias para o sucesso desta feira que chega a sua 30ª edição.

Secretário ouvindo pequeno agricultor na Feira da Agricultura Familiar de Santa Helena


Via Hora Extra

Polícia precisou negociar com os dois assaltantes a libertação de um vigilante feito de refém.


Dupla que assaltou a agência dos Correios de Lago da Pedra na manhã desta sexta-feira (12) — Foto: Reprodução/Redes Sociais


Na manhã desta sexta-feira (12), dois homens invadiram uma agência dos Correios e fizeram um vigilante de refém em Lago da Pedra, a 245 km de São Luís. Ninguém ficou ferido.


Segundo a Polícia Civil, por volta das 10h da manhã, dois homens entraram no local se passando por clientes. Eles renderam os vigilantes, anunciaram o assalto e exigiram do gerente a senha do cofre. Depois, ainda roubaram clientes e o dinheiro dos guichês.

Ao saber do caso, viaturas das polícias civil e militar conseguiram chegar ao local ainda durante o assalto e cercaram a agência. Testemunhas registraram o momento em que um dos assaltantes fez um vigilante e outro homem de refém, mas acabou se entregando após negociação com a polícia. 



Momento em que os assaltantes se entregam durante roubo aos Correios de Lago da Pedra

Após serem presos, a dupla foi encaminhada para a Delegacia de Lago da Pedra. O inquérito do crime será feito pela Polícia Federal.

G1 MA



Seis governadores de partidos que fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro são os mais bem avaliados pela cúpula do Congresso, revela nova rodada do Painel do Poder, pesquisa feita pelo Congresso em Foco em parceria com a In Press Oficina. Desses, cinco são do Nordeste e três, do PSB.

Flávio Dino tem o melhor desempenho como governador avaliado por lideranças do Congresso Para os parlamentares entrevistados, os governadores Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão, Rui Costa (PT), da Bahia, e Wellington Dias (PT), do Piauí, são, pela ordem, os três de melhor desempenho.

Na sequência vêm Camilo Santana (PSB), do Ceará, Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo, e Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco. Esses governadores estiveram na tropa de choque que impediu a inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência, cujo texto-base foi aprovado nessa quarta-feira pelo plenário da Câmara.
sexta-feira, 12 de julho de 2019

Para executar serviços de melhorias sanitárias e domiciliares em Pedro do Rosário, a Prefeitura contratou as empresas R.Almeida Construções e a J.S.C Empreendimentos Eireli por cifras milionárias.

Os contratos firmados em 8 de julho somam R$ 2.151.086,53 milhões, sendo que a R.Almeida localizada em Pinheiro e de propriedade de Rafael Phablo Silva de Almeida e Thiago Moura Rabelo, vai faturar R$ 249.354,35 mil e a J.S.C, cujo endereço e proprietários não foram encontrados, deve lucrar R$ 1.901.732,18 milhão.

A vigência contratual não foi divulgada pela Prefeitura.




Em partida válida pela semifinal do futsal infantil masculino da etapa regional dos Jogos Escolares Maranhenses 2019 (JEMs), a equipe de Godofredo Viana venceu a equipe do município de Porto Rico nos pênaltis após empate em 1 a 1 e garantiu uma vaga na final do Futsal Masculino. O confronto foi disputado na tarde desta sexta feira (12), no Ginásio Municipal em Centro Novo do Maranhão.

O jogo iniciou com muitas dificuldades de lances para as duas equipes. O forte bloqueio dos meninos de Porto Rico só foi rompido aos 10 minutos com Talisson que abriu o placar no primeiro tempo da semifinal. Após 15 minutos de partida do primeiro tempo, os meninos de Porto Rico driblaram a equipe de Godofredo Viana e chegaram ao gol de empate.

O equilíbrio entre Godofredo Viana e Porto Rico permaneceu na disputa de pênaltis, ai brilhou mais uma vez a estrela do goleiro Gabriel que defendeu duas penalidades e ajudou a equipe a vencer por 3 a 1.
Prefeito Sissi Viana acompanha delegação de Godofredo Viana no JEMS 2019.

A adesão do município ocorreu somente em 2017 na administração do Prefeito Sissi Viana.Em sua primeira participação o município conquistou a prata na modalidade Infantil Feminino de Futsal, um feito inédito conquistado logo no primeiro ano de participação do município nos Jogos Escolares Maranhense - JEMS

Na final que será realizada neste sábado a equipe de Godofredo Viana irá enfrentar Santa Luzia.


O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio segue brincando com o dinheiro público, todavia se os órgãos fiscalizadores seguem falhando simultaneamente, o mesmo não aconteceu com a análise da SECMA em relação ao convênio fechado com a Prefeitura da cidade que previa recursos financeiros para fomentar as festividades de São João em Pinheiro no ano de 2017.

Após análise, os técnicos constataram uma série de inconsistências na Prestação de Contas, que em análise final se configurou como REPROVADA.

Caso a gestão Luciano Genésio não justifique os gastos, a Prefeitura de Pinheiro será obrigada a devolver os mais de R$ 200 mil sacados do convênio.

CONFIRA:


Via a Cidade de verdade

Vereador Dennis da Conceição Campos Ribeiro

O vereador Dennis da Conceição Campos Ribeiro (PDT) da cidade de Mirinzal localizada a 189 quilômetros de São Luis, disse nesta quarta-feira, 10, estar sendo ameaçado de morte. Em contato com o Blog do Neto Weba  o vereador disse que após o surgimento de comentários de que iniciaria uma fiscalização para apurar a possível relação de uma empresa com a Câmara Municipal de Mirinzal, o parlamentar vem sofrendo graves ameaças, inclusive de morte com data marcada.

"Acontece que o presidente Dirceu vem sendo investigado por fraude em licitação e o clima está tenso na cidade, o presidente e o acusado das ameaças tem uma amizade forte, onde o acusado tem costume de bagunçar na Câmara Municipal de Mirinzal, dentro da Câmara ele já agrediu com palavras de baixo calão uma vereadora, que inclusive foram parar na justiça, já agrediu um primo e tem mania de querer ser metido a machão valente na cidade." Disse o parlamentar.
O vereador acredita ainda que as ameaças aconteceram por que votaria pela aceitação da denúncia acolhida pelo vereador Leonardo Fabrício, que investigaria o presidente Dirceu Ribeiro.

Ouça o áudio :




O vereador Dennis Ribeiro denunciou as ameaças de morte nos diversos órgãos de segurança e de Direitos Humanos e inclusive denunciou o fato a União de Vereadores do Maranhão, temendo a garantia de sua vida humana.

Na manhã desta sexta-feira (12), o vereador chegou a Câmara escoltado pela policia Militar de Mirinzal.

Dispensa e fraude em licitações, além de contratos irregulares, motivaram a ação

Ex prefeitos Malrinete dos Santos Matos e Manoel da Conceição Ferreira Filho

A Promotoria de Justiça da Comarca de Bom Jardim ofereceu Denúncia, em 1º de julho, contra os ex-prefeitos Malrinete dos Santos Matos, conhecida como Malrinete Gralhada, e Manoel da Conceição Ferreira Filho, conhecido como Sinego.

Dispensa e fraude em licitações, além de contratos irregulares, que resultaram em desvios de recursos públicos do Bomprev (Instituto de Previdência Social do Município de Bom Jardim), motivaram a manifestação ministerial, ajuizada pelo promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira.

Também são alvos da Ação Penal os empresários Hadad Mendes Sousa (dono da empresa H.Mendes Sousa), Sílvia Cristina Rodrigues Sousa (sócia da empresa H.Mendes Sousa), Maximo Felix Barbosa Neto (sócio da Power Print Comércio e Serviços), Isamar Lima Barbosa (sócio da Power Print Comércio e Serviços)

Outros envolvidos são Plínio Marçal Santos Reis (ex-superintendente do Bomprev), Gilvan Cunha de Sousa, Maria Zelia da Silva Rodrigues, Raimundo Gomes dos Reis Filho,e Rosimar Silva Nascimento (servidora municipal, ex-membro da Comissão Permanente de Licitação-CPL). 

Na Denúncia, o Ministério Público do Maranhão requereu que os denunciados sejam condenados à indenização de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.

HISTÓRICO

No dia 5 de setembro de 2015, Malrinete Gralhada foi empossada como prefeita de Bom Jardim, após o afastamento pela Justiça e pelo Legislativo municipal da prefeita Lidiane Leite.

No dia 15 daquele mês, a prefeita emitiu Decreto Emergencial suspendendo todos os contratos celebrados anteriormente e lhe concedeu poderes para contratar bens e serviços sem licitação até a data de 31 de dezembro de 2015.

Logo após, a gestora escolheu diversas empresas de amigos para contratar diretamente com o Município, sem o procedimento licitatório.

Posteriormente, as mesmas empresas agraciadas com contratações com dispensa de licitação, venceram diversos procedimentos licitatórios irregulares entre os anos 2015 e 2016, com base nos quais celebraram contratos milionários com a Prefeitura.

IRREGULARIDADES

Em 23 de junho de 2016, Malrinete Gralhada apresentou o Projeto de Lei nº 009/2016, cujo objetivo era tomar de empréstimo R$ 7.800.000,00 dos cofres do Bomprev.

Em seguida, o MPMA emitiu Recomendação para que a prefeita, o presidente da Câmara de Vereadores e o presidente do Bomprev se abstivessem de contrair qualquer empréstimo com os fundos do Instituto de Previdência.

Também foram impetrados dois mandados de segurança com o mesmo objetivo, que foram deferidos pela Justiça. Diante da ilegalidade do projeto de lei, a administração municipal desistiu de votar o projeto.

No entanto, ainda na gestão de Malrinete Gralhada, foram feitas duas transferências do Bomprev nos valores de R$ 31.500,00, nos dias 18 de setembro e 2 de outubro de 2015 para a empresária Sílvia Cristina. Já no período da gestão de Manoel da Conceição Ferreira Filho, ela recebeu mais de R$ 60 mil dos cofres do Instituto.

O promotor de justiça ressaltou que Sílvia Cristina recebeu R$ 123 mil por serviços de contabilidade que, além de superfaturados, nunca foram prestados.

O contrato com Malrinete Gralhada foi supostamente assinado em 1º de setembro e previa o pagamento de R$ 15 mil por mês pelo serviço. “Em apenas 18 dias do hipotético serviço prestado, a empresária já tinha recebido R$ 31.500,00 e, no dia seguinte, recebeu a mesma quantia”, ressaltou o promotor de justiça.

Posteriormente, o Município abriu licitação, na modalidade tomada de preços, vencida por Sílvia Cristina Sousa, agora sócia da empresa H.Mendes Sousa. A sua proposta, cujo contrato foi assinado em 11 de janeiro de 2016, previa o fornecimento de serviços contábeis durante 12 meses por R$ 15 mil mensais. Paralelamente, o empresário Hadad Mendes Sousa, sócio de Sílvia na empresa H.Mendes Sousa, vencia duas outras licitações em Bom Jardim.

Também foram forjados a licitação e o contrato referentes aos serviços de elaboração de folha de pagamento executado pela empresa Power PC Service, pelo valor mensal de R$ 3.600,00. No entanto, de setembro de 2015 a dezembro de 2016, foram pagos R$ 170.600,00 à empresa. Somente no mês de dezembro de 2016, a Power PC Service, cujos sócios-proprietários são Isamar Lima Barbosa e Maximo Feliz Barbosa Neto, recebeu R$ 134 mil. “Sinego estava prestes a entregar o cargo e sem qualquer escrúpulo queria desviar o máximo de dinheiro que pudesse”, afirmou o promotor de justiça, na ação.

Fábio Santos de Oliveira acrescentou que os sócios participaram ativamente da fraude da licitação e dos desvios de recursos públicos. Inclusive, muitos dos principais documentos não estavam assinados, o que demonstra a ilegalidade dos procedimentos.

CRIMES

O Ministério Público do Maranhão requereu a condenação dos envolvidos pelos crimes previstos pela Lei nº 9.613/98 (lavagem de dinheiro), Decreto-Lei nº 201/67 (crimes de responsabilidade dos prefeitos), Lei nº 8.666/93 (crimes referentes a licitações e contratos), além dos crimes previstos no Código Penal: associação criminosa, falsidade ideológica e subtração ou inutilização de livro ou documento.

O agressor seria Manoel Gomes da Silva, um pai inconformado com o namoro da filha.



Um pai agrediu a filha e o namorado dela dentro do Centro Educacional São Francisco na cidade de São Mateus, a 160 km de São Luís. O caso aconteceu na última terça-feira (9), quando um aluno pulou o muro da escola para se encontrar com a namorada e foi surpreendido pelo pai da menina.

Os dois adolescentes, que estudam em turnos diferentes da escola, foram espancados no pátio enquanto a maior parte dos estudantes estava em sala de aula. O agressor seria Manoel Gomes da Silva, um pai inconformado com o namoro da filha.

“Ela está machucada pelo pai né, porque ele deu um murro, deu um soco. Derrubou no chão, puxando os cabelos”, relatou a diretora-adjunta da escola, Maria José Nunes.

Centro Educacional São Francisco, em São Mateus — Foto: Reprodução/TV Mirante

O Centro Educacional São Francisco é um dos maiores da rede municipal de São Mateus, com cerca de 1200 alunos. Possui quatro vigias, mas não tem câmeras de segurança.

“O pai tem direito de entrar na escola, mas ele não tem o direito é de agredir. Então quando o vigia olhou, ele já tinha feito o delito”, afirmou o gestor da escola, Klinger Costa.

A invasão do colégio e a violência contra os adolescentes só foram denunciadas pelo Conselho Tutelar um dia após o ataque.

“A escola teria que ter tomado a providência de imediato na delegacia porque foram dois adolescentes dentro da escola, e esses adolescentes ficaram vulneráveis”, declarou Maria Damiana, Conselheira Tutelar.

Conselheiros tutelares denunciaram o caso à polícia após a agressão do pai à filha dentro da escola em São Mateus — Foto: Reprodução/TV Mirante

“Boa parte sociedade vai entender que esse pai adentrou a escola na tentativa de proteger a filha dele, mas as coisas não se resolvem dessa forma. A escola tem uma diretoria que pode, de mediato, ser acionada e acionar os órgãos de competência para que o caso possa ser solucionado sem agressões físicas ou verbal por parte do pai. Portanto, o pai acabou violando os direitos, tanto da filha, quanto do adolescente”, afirmou o conselheiro tutelar Rivelino Nascimento.

Atualmente, os alunos da escola estão assombrados com a violência.

“Aconteceu muita coisa na escola. [...] É uma coisa que era para a gente se sentir seguro, né?”, contou o estudante João Pedro.

G1 MA


Uma operação da Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), através do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DCRIF), deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva, expedido pela comarca de Aparecida de Goiânia-GO, contra Valdenir Coelho Granja, mais conhecido como “TG”.

O suspeito é considerado integrantes de uma associação criminosa responsável por explosões em agências bancárias e terminais de autoatendimento nos estados do Goiás, Pará e Maranhão.

A prisão ocorreu em um condomínio no bairro Forquilha, em São Luís, onde Valdenir estava residindo há alguns meses. Na ocasião, ele também foi preso em flagrante pela posse de uma pistola calibre 380, com numeração raspada. TG ainda possuía documentos falsos.

Após intenso trabalho investigativo da DCRIF, foi possível identificar Valdenir como um dos participantes na explosão do Banco do Bradesco, na cidade de Penalva, ocorrido na madrugada do dia 8 de junho deste ano.

Na ocasião, os criminosos destruíram a agência, utilizando-se de artefatos explosivos. As investigações continuam com o objetivo de identificar, localizar e prender os demais integrantes da organização criminosa.

TG foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

O Imparcial
quinta-feira, 11 de julho de 2019


O governador Flávio Dino entregou, na manhã desta quinta-feira (11), viaturas novas e completamente equipadas para o trabalho desenvolvido pelas Polícias Civil e Militar do Maranhão. No total, 90 viaturas com tecnologia e equipamentos de ponta auxiliarão na atividade de policiamento. A solenidade de entrega foi realizada na Praça Maria Aragão, Centro, com a presença de secretários de Estado e autoridades policiais.

As novas viaturas representam maior presença da polícia nas ruas e mais proximidade com o cidadão. “Os veículos são fundamentais para essa aproximação e é um passo a mais na afirmação de uma política de segurança pública firme, objetiva e de resultados. Nesse sentido, promovemos a valorização policial e melhoramos as condições de equipamentos e materiais, fortalecendo assim a presença da polícia junto à população”, reitera o governador Flávio Dino.

Das 90 viaturas, 45 vão compor o quadro de veículos da Polícia Civil e a outra metade vai para a Polícia Militar. Os novos veículos serão destinados a 65 cidades, reforçando tanto as ações de policiamento na capital quanto no interior do estado, ampliando as ações de combate ao crime e fortalecendo a segurança no Maranhão. Com a entrega, o Governo do Estado alcança mais de 1.100 novos veículos, entre carros e motos, para o Sistema de Segurança Pública.

“Sabemos da existência do fenômeno das migrações criminosas para regiões do interior do Estado, portanto, a necessidade de fortalecer as unidades destas áreas. As viaturas servirão como apoio ao trabalho rotineiro policial e são veículos equipados com o que há de melhor nesse segmento. É mais uma ação do Governo do Estado para o controle e prevenção do crime”, avalia o secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela.


As viaturas são do tipo pickup Triton equipadas com tecnologia adequada para o trabalho de monitoramento, comunicação e demais serviços operacionais realizados pelas polícias. Os veículos contam com potência e tração nas quatro rodas, permitindo acesso a todos os tipos de áreas e, ainda, foram adequados para condução de suspeitos.

“Essa medida mostra o compromisso da gestão estadual com a segurança pública. Os veículos vão reforçar a atuação policial nas cidades do interior, facilitando o alcance ao cidadão das regiões mais distantes e promovendo a segurança da população”, destaca o comandante geral da Polícia Militar, coronel Ismael Fonseca.

Para o delegado geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz, “é um momento importante para o sistema de segurança, uma vez que esta entrega contribui para o remanejamento estatal, melhores condições de trabalho policial e retorno à população com um melhor serviço prestado”.

O cronograma de distribuição dos novos veículos segue o plano da política estratégica de combate à criminalidade, estabelecida pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).

Dentre os 65 municípios contemplados com as viaturas estão Cedral, Coelho Neto, Riachão, Buriti Bravo, Fortuna, Bom Jardim, Alto Alegre, Alcântara, Maracaçumé, Vitória do Mearim, Bacabeira, Rosário, Itapecuru, Chapadinha, Viana, Caxias, Timon, Barra do Corda, Paço do Lumiar e outros.

As novas viaturas foram entregues, também, para unidade do Centro Tático Aéreo (CTA); e para as Superintendências de Polícia Civil de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP); de Combate ao Narcotráfico (Senarc), de Investigação Criminal (Seic); de Combate à Corrupção (Seccor) e Grupo de Resposta Tática (GRT).

Os investimentos contínuos do Governo do Estado em infraestrutura, equipamentos, materiais diversos e ações de capacitação e valorização do policial vêm gerando resultados positivos como a redução dos registros de criminalidade no Maranhão.


O prefeito de Santa Helena, Zezildo Almeida, recebeu nesta quinta-feira (11) uma viatura para auxiliar na segurança da população de Santa Helena. O veículo foi entregue pelo governador Flávio Dino e pelo secretário de Segurança, Jefferson Portela. No total foram entregues 90 viaturas do tipo pickup Triton equipadas com tecnologia adequada para o trabalho de monitoramento, comunicação e demais serviços operacionais realizados pelas polícias. Os veículos contam com potência e tração nas quatro rodas, permitindo acesso a todos os tipos de áreas e, ainda, foram adequados para condução de suspeitos.

Zezildo Almeida disse que a entrega das novas viaturas representa o compromisso governo com a população. “Assim como outros Estados, o Maranhão atravessa uma crise e o governador Flávio Dino vem apoiando os Conselhos de Segurança dos Municípios e investindo para melhorar o controle da criminalidade em todo o Estado. A população de Santa Helena agradece o apoio e o reforço que está recebendo por parte do governo do estado”, falou o prefeito.



O cronograma de distribuição dos novos veículos segue o plano da política estratégica de combate à criminalidade, estabelecida pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). Dentre os 65 municípios contemplados com as viaturas estão Cedral, Coelho Neto, Riachão, Buriti Bravo, Fortuna, Bom Jardim, Alto Alegre, Alcântara, Maracaçumé, Vitória do Mearim, Bacabeira, Rosário, Itapecuru, Chapadinha, Viana, Caxias, Timon, Barra do Corda, Paço do Lumiar e outros.

As novas viaturas foram entregues, também, para unidade do Centro Tático Aéreo (CTA); e para as Superintendências de Polícia Civil de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP); de Combate ao Narcotráfico (Senarc), de Investigação Criminal (Seic); de Combate à Corrupção (Seccor) e Grupo de Resposta Tática (GRT). Os investimentos contínuos do Governo do Estado em infraestrutura, equipamentos, materiais diversos e ações de capacitação e valorização do policial vêm gerando resultados positivos como a redução dos registros de criminalidade no Maranhão.

De O Municipalista


Um bombeiro encontrou uma carteira no calçadão da avenida Litorânea no último fim de semana enquanto seguia para a concentração de uma corrida promovida pela corporação na Praça do Pescador. O sargento Costa Santos estava com a filha quando avistou o porta cédulas, com documentos e cerca de R$ 1.500,00.


Ele seguiu até a 1ª Companhia Independente Especializada, verificou os documentos, entrou em contato com a Polícia Civil e identificou o dono do porta cédulas. “Liguei várias vezes e ele não atendia, após quatro tentativas, aquele número me retornou a ligação, era o senhor José Carvalho. Eu contei tudo pra ele, fui até sua residência e entreguei pessoalmente a carteira”, disse o bombeiro militar.

Ao receber a quantia de volta com os documentos, José agradeceu o bombeiro e compartilhou o assunto nas redes sociais.

MA 10

Deflagrada nesta quarta-feira (10) em Viana, pela 6ª Delegacia Regional, a operação “Estorno de Azar” prendeu uma mulher identificada como Luana Sousa Lopes. Ela é suspeita de aplicar golpes à uma casa lotérica do município.

De acordo com o delegado David Nôleto, o crime funcionava quando o cliente comparecia à agência e efetuava o pagamento da conta com a respectiva emissão do comprovante de pagamento. Após o pagamento, a funcionária estornava o valor pago, desprezava o comprovante de estorno e ficava com o dinheiro para si ou pagava contas pessoais, de modo que o cliente saía da casa lotérica com o comprovante de pagamento, porém sem a quitação do débito em questão.

Segundo as investigações, o golpe iniciou no decorrer do mês de janeiro e de forma continuada se repetiu até o mês de abril. Após ser presa, assumiu a prática criminosa afirmando que sequer sabe a quantidade de golpes por ela aplicados.

MA10

Facebook

Rádio do seu Coração