terça-feira, 20 de julho de 2021

Chacina em Presidente Juscelino MA coloca em xeque gestão Pedro Paulo


Noite de terror com aval da prefeitura. Assim foi o fim do fatídico domingo, 18, que acabou com inocentes mortos e vários feridos.

Segundo fontes confiáveis, homens chegaram à cidade de Presidente Juscelino por volta 22h, na Avenida Beira Rio, onde transformaram o Bar do Netinho Pedra no palco da chacina que ceifou a vida do pai de família Antônio Filho, que era agente de saúde do município e do jovem Henrique, ambos moradores do bairro Pariqui, Centro da cidade.

Os criminosos, segundo o que foi apurado, estariam ali para executar um traficante que opera no município para uma espécie de acerto de contas. Porém, de forma letal e sem chance de defesa, os bandidos atiraram a esmo, acertando quem não tinha envolvimento com o caso. O traficante teria se evadido do local após a carnificina. Eram 4 homens encapuzados, que chegaram a descer do carro e atirar contra a aglomeração.
Antes, os meliantes teriam tomado de assalto um carro em Axixá, modelo Sandero de cor branca.
Terra sem lei e de muro baixo, moradores vivem aflitos com o clima de insegurança que tomou de conta da ex-pacata cidade.

Ainda não é possível saber a extensão dos danos causados, sabendo-se apenas que o irmão de uma das vítimas, conhecida como Zao, está em São Luís no Hospital Socorrão 2, lutando pela vida.
O prefeito de Presidente Juscelino, o neófito Pedro Paulo, que é médico, tem andado na contramão do combate à pandemia. Passando por um processo de fritura pública e desgaste político, o desorientado liberou o alvará para que o crime pudesse ser materializado, diga-se de passagem num momento em que a pandemia está em alta na cidade.

Dias atrás, Pedro prometeu viatura para a cidade, chegando a lançar nota nas redes sociais, como tem se tornado costumeiro. Chegou a afirmar, ainda, que a viatura chegaria na semana passada, o que não passou de mais um golpe de marketing do apedeuto. O site apurou que os 2 PM’s de escala na noite de ontem se encontravam no quartel da Polícia, que fica distante de onde aconteceu o crime. Vale ressaltar que existe prédio da polícia a poucos metros de onde vidas foram interrompidas, mas Pedro preferiu alocá-los em outra casa, alugada pela prefeitura, garantem informantes bem posicionados."


0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade