sexta-feira, 3 de junho de 2022

CAOS : Caminhoneiros bloqueam acesso ao terminal da Ponta da Espera em protesto a falta de passagens


Na manhã desta sexta-feira (3), apenas dois ferrys boat realizavam a travessia Ponta da Esper- Cujupe, com isso uma enorme fila se formou no terminal da Ponta da Espera em São Luis, indignados e com razão caminhoneiros fecharam a pista em sinal de protesto contra falta de passagens. Pressionada a empresa responsável resolveu então colocar um terceiro ferry para realizar o transporte. Mesmo assim a espera para conseguir embarcar nos horários determinados ainda é grande.

O Ferry José Humberto, do estado do Pará, que foi anunciado pelo Governo do Maranhão para compor a frota de embarcações na travessia Ponta da Espera-Cujupe e vice-versa, uma grande polêmica gira em torno da embarcação sobre a segurança dos usuários.


A Capitania dos Portos realizou na manhã de hoje (3), uma vistoria técnica para levantar as condições de navegabilidade, o resultado ainda não foi divulgado.

A embarcação possui 35 anos, e era utilizada em rios e não no mar, como é o caso no Maranhão. De acordo com o Tribunal Marítimo do Rio de Janeiro, a embarcação pertence a Rebelo Indústria, Comércio e Navegação Ltda. (REICON), e já  envolveu, em 2013, em um acidente no Rio Amazonas.

A promotora do consumidor Lítia Cavalcanti questionou a legalidade da contratação da empresa responsável pela embarcação José Humberto, e ainda fez importantes revelações sobre o serviço de travessia de veículos e passageiros, no trecho Ponta da Madeira – Cujupe – Ponta da Madeira.

De acordo com ela, a intervenção do Governo do Estado iniciada em 2019 na Servi Porto Serviços Portuários LTDA, pioneira no serviço de ferry-boat no Maranhão, fez com que a empresa quebrasse.

Lítia Cavalcanti defendeu ainda a realização de um processo licitatório para operação do serviço de ferry-boat.

Uma audiência pública foi realizada ontem (02) na Assembleia Legislativa por convocação do deputado Neto Evangelista. Durante o ato, duras críticas e questionamentos foram lançados sobre o serviço de Ferry Boat no Maranhão, além da legalidade da embarcação apresentada pelo Governo do Estado como sendo nova e de alto padrão.

Informações: SLZ online.

0 comentários:

Postar um comentário

Curta a Página do Blog do Neto Weba


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO