quinta-feira, 3 de fevereiro de 2022

Seduc e parceiros promovem webjornada do Pacto pela Aprendizagem para 12 mil profissionais











Com a participação de mais 12 mil profissionais da Educação dos 217 municípios maranhenses, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) deu início, nesta quarta-feira (2), à Webjornada do Pacto pela Aprendizagem 2022 – Eixo Educação Infantil. O evento é resultado da ação conjunta da secretaria e parceiros: Eneva, Laboratório de Educação e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MA). Serão três dias de webinários no canal da Seduc no YouTube. Ao todo, 12.195 profissionais da Educação Infantil nos 217 municípios se inscreveram na webjornada.


Beatriz Cardoso e Nicole Paulet, do Laboratório de Educação, destacam importância do processo de aprendizagem

Nesta quarta-feira, participaram da mesa virtual intitulada “Educar e educar-se: uma tessitura de vozes”, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão; a secretária adjunta de Gestão da Rede do Ensino e da Aprendizagem, Nádya Dutra; Francisca Passos, assessora do gabinete SAGEA; Fernando Otaviano, analista de Relações Governamentais e Políticas Públicas da Eneva; Beatriz Cardoso, fundadora e presidente do Laboratório de Educação; e Nicole Paulet, diretora de conteúdo do Laboratório de Educação.

“A política educacional do Programa Escola Digna pressupõe muito mais que a construção de escolas. Nesse sentido, destaco o compromisso do governo Flávio Dino com a aprendizagem e o desenvolvimento integral dos maranhenses, desde a educação infantil, quando envolve a formação da personalidade, até a educação dos adultos. Mas é na educação infantil que todas as crianças se desenvolvem por meio da interação em diversos espaços, especialmente nas escolas”, destacou o secretário Felipe Camarão.

Camarão também ressaltou que, em 2021, o “Projeto Aprender: dentro e fora da escola” alcançou 14.070 professores maranhenses. “Agradeço os parceiros como a Eneva, o Laboratório de Educação, a Undime e a FAMEM, que somam esforços para resultar na melhoria de vida das crianças maranhenses, como um marco histórico para a Educação Infantil do Maranhão, reforçando as ações do Escola Digna”, apontou.

“A parceria com o Governo do Maranhão é importante, uma vez que o Estado abraça a educação dos municípios com o Escola Digna. Esses webinários são salas de aulas, pensando em nossas crianças. A educação se faz necessária não somente em 2022, ela é passo a passo. O governo poderia se preocupar apenas com o Ensino Médio, mas tem um olhar especial para as redes municipais, através do Pacto pela Aprendizagem”, pontuou o presidente da Undime-MA, Marcony Wellython.

  Fernando Otaviano, da Eneva, ressalta contribuição da empresa para o Programa Escola Digna


“Nós da Eneva temos um grande orgulho de contribuir com a educação que transforma a vida das crianças, através do Escola Digna. Queremos contribuir com essa transformação social que o estado está atravessando. O projeto aprender é mais um instrumento que auxilia os professores a enfrentar os desafios do dia a dia, sobretudo em um momento de pandemia”, ressaltou Fernando Otaviano, da Eneva.

Em sua palestra, Beatriz Cardoso, do Laboratório de Educação, destacou a formação das crianças nos dias atuais, considerando o tempo na escola e as novas tecnologias. “A escola tem um papel preponderante para equilibrar desigualdades do mundo digital. Apesar de ter informações disponíveis, são necessárias pessoas que ajudem a criança no processo de aprender. O melhor investimento que os secretários de Educação podem fazer é a aquisição dos livros”, realçou.

Nicole Paulet chamou a atenção para a importância de aprofundar a linguagem para as crianças. “A experiência das crianças em outros ambientes demonstrou o papel da família na educação das crianças. Família e escola são co-responsáveis pela formação cognitiva, afetiva, social e da personalidade das crianças e adolescentes”, explicou.

Os professores avaliaram o primeiro dia de webjornada. “Muito boa essas palestras, a gente se sente mais preparadas para lidar com crianças”, disse Rosilene de Sousa da Silva.

Maria Jose Queiroz reforçou a importância das reflexões provocadas pela formação. “As formações continuadas trazem diversas reflexões partindo do princípio até os dias atuais”, apontou.

Programação

Nesta quinta-feira (3), segundo dia da webjornada, o tema será “Cuidar e educar bebês, crianças bem pequenas e pequenas em ambientes coletivos: princípios, dispositivos legais e a gestão”. O debate será a partir das 14h30 e terá como painelistas: Fernanda Ferraz, Supervisora do Regime de Colaboração; Rosangela Rodrigues, formadora do Regime de Colaboração; Letícia Streit, assessora pedagógica da Semed de Novo Hamburgo/RS, e Marcia Porto, Gestora Geral do Centro Integral de Educação Infantil Creche da Liberdade.

O tema do 3º dia, sexta-feira (4), será: Como tornar visível a intenção educativa a partir do planejamento institucional na Educação Infantil. O evento será às 14h30min, com os painelistas: Fernanda Ferraz- Supervisora do Regime de Colaboração; Andrea Porto – Formadora do Regime de Colaboração; Gisele Goller, Coordenadora do projeto Aprender: dentro e fora da escola/Labedu; Elisa Machado, assistente de coordenação do projeto Aprender: dentro e fora da escola/Labedu.

0 comentários:

Postar um comentário

Curta a Página do Blog do Neto Weba


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO