sábado, 4 de dezembro de 2021

Falso médico é preso em Itinga

As Polícias Civis do Maranhão e Pará prenderam em flagrante delito, na manhã da sexta-feira, (03), um homem identificado com as inicias J. F. O. F., pela prática dos crimes de exercício ilegal da medicina e falsa identidade.

Há 20 dias, a Polícia Civil maranhense recebeu uma denúncia anônima informando que havia um falso médico atuando no hospital municipal de Itinga do Maranhão, que utilizava o carimbo de um profissional devidamente inscrito no Conselho Regional de Medicina.

Os policiais passaram a realizar uma investigação preliminar sobre o fato e constatou que o carimbo utilizado pelo suposto falso médico pertencia a um profissional que atua em Belém, bem como possuía especialização em ginecologia e obstetrícia, o que levantou suspeita.

O fato foi comunicado a Autoridade Policial através de relatório de missão policial, que estava tomando as medidas judiciais cabíveis.

Ocorre que na manhã desta sexta-feira, policiais civis do Maranhão e Pará realizaram uma operação contra o tráfico de drogas, que ocasionou na prisão de três homens.

Os presos foram encaminhados para realização de exame de corpo de delito no hospital municipal da cidade e, logo após, a equipe policial maranhense constatou que o carimbo que constava nos referidos exames se tratava do suposto “falso médico”.

Como a equipe já possuía fotografias do médico que usava tal CRM, os policiais fizeram comparação à olho nu e constataram que não se tratava de tal pessoa.

O fato foi comunicado a Autoridade Policial, que imediatamente se dirigiu ao hospital com as equipes, onde conversaram com o suposto médico de plantão e informaram acerca da investigação preliminar em andamento.

O suposto médico confessou o crime, relatando que utilizava o carimbo de um profissional da área devido ter se formado no País do Paraguai e não ter realizado a prova do revalida.

No hospital foram apreendidos o carimbo utilizado pelo conduzido, bem como tirado cópias de fichas de atendimentos realizados pelo mesmo. J. F. O. F. recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil de Itinga do Maranhão, onde foi autuado e posto em liberdade após recolhimento de fiança criminal no valor de R$ 7.000,00.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO