sábado, 4 de dezembro de 2021

Cruzoé, Maranhãozinho, Rocha e Capelli…

A bomba do dia é a reportagem da Revista Crusoé que destaca o deputado federal e pré-candidato a governador do Maranhão, Josimar de Maranhãozinho (PL) carregando um montão de dinheiro e afirma que tudo é “fruto de corrupção com verbas de emendas”.

A reportagem aponta que Josimar de Maranhãozinho “é suspeito de pagar uma espécie de ‘pedágio’ para que colegas parlamentares se juntem a ele destinando emendas a municípios controlados por seus aliados políticos que, logo após receberem as verbas, contratam empresas ligadas ao esquema que devolvem o dinheiro, lavado e em espécie”.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Josimar diz que o dinheiro que aparece nas imagens da reportagem foi declarado em seu imposto de renda e afirma que a divulgação das imagens é ilegal e que procurará saber como se deu o vazamento.

Também nas redes sociais, o senador Roberto Rocha comentou a reportagem com uma pergunta: “Uma pergunta: – Quem é Paulo Cappelli? Irmão de quem?”, fazendo certamente referência ao secretário de Comunicação de Flávio Dino, Ricardo Capelli.

A reação de Capelli foi imediata nas redes sociais. Ele confirmou ter parentesco com um dos autores da matéria.“Caro Senador Roberto rocha, o jornalista Paulo Cappelli é filho do primo do meu pai. Meu pai faleceu em 1989, uma saudade de 32 anos. O primo dele também já faleceu. Não temos contato nem tenho acesso a fotos da Polícia Federal. Não sou eu que estou tentando tomar o partido do deputado citado na reportagem usando Bolsonaro. Por favor, me respeite e respeite minha família, pois sempre lhe tratei com respeito”, afirmou.

Foto: Reprodução

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO