terça-feira, 17 de agosto de 2021

Vítimas de atropelamento em parada de ônibus são sepultadas em São Luís


Amigos e familiares de Maria Raimunda de Sousa, de 57 anos, João Victor de Sousa, de 15 e Deivid Pacheco, de 13 anos, pediam justiça.

Deivid Pacheco, Maria Raimunda de Sousa e João Victor de Sousa foram atropelados enquanto aguardavam um ônibus na avenida das Cajazeiras, em São Luís. (Foto: Reprodução).

Foi realizado nessa segunda-feira (16), o sepultamento das três vítimas do atropelamento ocorrido no último sábado (14), na avenida das Cajazeiras, em São Luís.

Durante o sepultamento das vítimas, houve bastante comoção por parte de amigos e familiares que pediam justiça. Maria Raimunda de Sousa, de 57 anos, João Victor de Sousa, de 15 e Deivid Pacheco, de 13 anos foram atropelados enquanto esperavam um ônibus após saírem da igreja. Outras três pessoas ficaram feridas. O veículo era conduzido por uma adolescente de 17 anos, que foi apreendida em flagrante.

Maria Raimunda de Sousa morreu na hora, os dois adolescentes ainda chegaram a ser socorridos, mas não resistiram e vieram a óbito. Nessa segunda-feira (16), João Victor completaria 16 anos.

Danielle Pacheco, mãe de Deivid, disse em entrevista que não se conforma com a morte precoce do filho, revoltada, ela pediu justiça para o caso. “Tudo que eu peço pra Deus é que tenha justiça, porque se tem alguém que não era culpado disso era ele, somos nós, é a família do João Victor, da senhora, nós não temos culpa de nada. Eles que são irresponsáveis”, afirmou a mãe da vítima.

O caso

Na noite do último sábado (14), uma adolescente de 17 anos atropelou e matou três pessoas em uma parada de ônibus, localizada na avenida das Cajazeiras, em São Luís. Outras três pessoas ficaram feridas.

Em depoimento para a polícia, a adolescente afirmou que perdeu o controle da direção ao tentar frear o carro para evitar uma colisão com outro veículo, porém confundiu o pedal de frear e acelerou atropelando as vítimas.

A adolescente foi apreendida pela Polícia Civil e autuada em flagrante. Antônio Maria dos Reis, dono do veículo, assinou um termo circunstanciado de ocorrência e foi liberado. O caso será investigado pela Delegacia do Adolescente Infrator, em São Luís.

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade