domingo, 21 de fevereiro de 2021

Durante reunião ocorrida na manhã da última sexta-feira (19), entre o secretário de Industria, Comércio e Energia (Seinc), Simplicio Araújo, a diretora de relações institucionais da Suzano, Rakel Murad, o secretário de Saúde do Estado, Carlos Lula, e o presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande, foi alinhado sobre o aporte de R$ 2,8 milhões para pagamento da montagem da estrutura e dos gases que serão utilizados no Hospital de Campanha do município de Imperatriz.


A informação foi confirmada pelo governador Flávio Dino durante anúncio em coletiva sobre as novas ações de combate ao coronavírus, também ocorrida nesta sexta.

“O hospital de campanha funcionará no Centro de Convenções de Imperatriz e é mais uma comprovação da nossa luta para combater a pandemia em todo o estado do Maranhão. Com esta unidade, iremos auxiliar no tratamento de pacientes com coronavírus em toda a Região Tocantina”, informou o secretário Simplício Araújo.

Serão, no total, 60 leitos disponíveis no hospital, sendo 10 de Unidade de terapia intensiva (UTI). A unidade começará a funcionar em até 15 dias, segundo informações do Governo do Estado.

O secretário Simplício Araújo comentou, também, sobre a aplicação de R$ 2,8 milhões destinada ao hospital. “O aporte é importante e vai se somar a outros recursos do Tesouro Estadual, uma vez que o Governo do Estado ainda tem despesas com equipamentos, medicamentos e folhas de pagamento de profissionais de saúde que irão atender no hospital”, disse.

Além do hospital de campanha em Imperatriz, a Seinc foi responsável, também, pelas tratativas que resultaram na implantação do hospital de campanha Dr. Kleber Branco, no município de Pedreiras, com apoio da Eneva, e em um hospital de campanha doado pelo Governo Norte Americano para a cidade de Bacabal.

0 comentários:

Postar um comentário