terça-feira, 1 de setembro de 2020



Por 5 votos a 2, o plenário do TSE decidiu nesta terça (1º) à noite que, com o adiamento das eleições em razão da Covid-19, quem estiver inelegível pela Lei da Ficha Limpa até outubro poderá disputar o pleito, marcado para novembro.

A princípio, candidatos condenados por atos nas eleições de 2012 não poderiam concorrer em outubro deste ano, porque a restrição tem validade de oito anos. Mas, com a nova data da votação, eles ficarão livres para se candidatar.

0 comentários:

Postar um comentário