sexta-feira, 20 de março de 2020


A Polícia Federal, por meio da Delegacia de Defesa Institucional (DELINST), deu cumprimento, na manhã desta sexta-feira (20), a mandados de busca e de prisão preventiva, em São Luís, na residência de um homem investigado pelo crime de posse e compartilhamento de pornografia infantil, através da internet, além de suspeita de produzir material desta natureza.

As investigações apontam que o indivíduo pode ter abusado sexualmente da própria filha adolescente e compartilhado imagens do abuso com outras pessoas. Trata-se de um desdobramento da “Operação Nêmesis – Flashback”, deflagrada em fevereiro deste ano, quando foram obtidas informações do comparsa do investigado naquela operação.

Agora, ambos estão presos preventivamente por determinação do Juízo da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Luís.

O investigado será encaminhado para o Presídio de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça. Ele foi indiciado pela prática dos crimes de compartilhamento e armazenamento de material pornográfico infantil.

0 comentários:

Postar um comentário