quinta-feira, 4 de agosto de 2022

Lahesio acredita em vitória no primeiro turno no Maranhão


O candidato do PSC ao Governo do Maranhão, Lahesio Bonfim, afirmou nesta quinta-feira (4), em entrevista na Assembleia Legislativa, onde esteve para receber o título de cidadão maranhense, que tem pesquisas mostrando que é possível sua vitória ainda no primeiro turno das eleições de outubro deste ano.

Segundo ele, por conta disso, sua campanha não fala na possível busca de apoios para um possível segundo turno.

“O Lahesio não fala em segundo turno, o Lahesio só fala em primeiro turno, porque o nosso foco é ganhar no primeiro turno. A gente tem pesquisa qual [qualitativa], quanti [quantitativa], que di, com toda certeza, que dá para ganhar no primeiro turno. Então, eu vou falar em segundo turno para quê?”, declarou.

Ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, ele também voltou a se posicionar sobre a possibilidade de não receber apoio formal do presidente Jair Bolsonaro (PL), a quem diz ter orgulho de haver dado a maior votação proporcional nas eleições de 2018 – em recente visita ao Maranhão, o presidente esquivou-se de mencionar o candidato a governador que receberá seu apoio no estado, alegando falta de unidade da sua base em âmbito local.

“Eu sou eleitor do meu presidente. Eu respeito quem vai votar no Lula, vai votar na [Simone] Tebet, no Ciro [Gomes], em quem quiser. Eu vou votar no meu presidente. Agora, nós não estamos aqui para polarizar nada, não é tempo de polarizar. O estado do Maranhão precisa urgentemente de um gestor que olhe para as pessoas que estão passando fome, desempregadas, analfabetas. Esses não têm ideologia política, eles estão é passando fome, eles precisam é de um emprego, eles precisam é de um gestor urgentemente. Eu não me escondo, nunca me escondi, eu sou o único prefeito do estado do Maranhão que deu a maior votação para o presidente quando todo mundo chamava ele de doido, e me chamavam de doido também, porque eu estava naquela luta. E foi a maior votação do estado, e uma das dez maiores do Brasil. Eu nunca escondi isso. Seria muito triste é as pessoas pensarem o contrário. Eu tenho uma essência”, destacou, repetindo argumento que já havia tornado público na quarta-feira (3), em entrevista ao quadro Bastidores, da TV Mirante.

De acordo com o candidato, independentemente do apoio do chefe do Executivo federal, o seu voto pessoal será dele.

“O meu presidente pode até apoiar o [Josimar de] Maranhãozinho, o Weverton, quem ele quiser, agora ele não vai perder o meu apoio, não, porque eu tenho uma essência, agora respeito as outras pessoas, e isso é o mais importante: respeitar as pessoas que queiram ir votar em quem quiser”, completou, acrescentando que não acredita na vinda do presidente ao Maranhão para pedir votos a algum aliado.

Título

Natural da cidade de Marcos Parente, no Piauí, Lahesio recebeu o título de cidadão maranhense por indicação do deputado estadual Wellington do Curso (PSC). O candidato se disse feliz com a homenagem e falou em constrangimento antes disso, por ter sempre que explicar que era prefeito de uma cidade maranhense, mesmo sendo piauiense.

“Hoje é um dia muito feliz para mim. Talvez as pessoas não saibam, mas, desde que eu me formei, eu vim direto, eu vim exercer a medicina aqui no Maranhão. Eu acho que eu não passei um ano fora do Maranhão depois que eu me formei. Toda a minha vida como profissional da medicina foi no estado do Maranhão. A minha vida como trabalhador está aqui no Maranhão. Então, nada mais justo do que você receber um título desse e eu fico muito feliz. E também como gestor público”, comentou.

0 comentários:

Postar um comentário

Mais velocidade pra você

Mais velocidade pra você

Curta a Página do Blog do Neto Weba

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO