segunda-feira, 20 de junho de 2022

Centenas de jovens se reuniram para debater propostas para plano de Governo de Carlos Brandão

O último final de semana foi marcado pelo encontro de mais de 500 jovens, entre estudantes e representantes de movimentos e entidades da juventude, que se reuniram para participar da plenária “O Maranhão não pode parar” realizada no PEADS – Projeto de Educação Alternativa Descobrindo o Saber, localizado no Sacavém, capital maranhense.

O objetivo foi debater propostas da juventude para colaborar com a construção do plano de governo de reeleição do governador Carlos Brandão (PSB) e do seu pré-candidato a vice-governador Felipe Camarão.


“Estamos com essa honrosa missão de construção do plano de governo e nada mais justo que construirmos ele assim, debatendo e dialogando com os mais interessados, que são os cidadãos e cidadãs maranhenses. Aqui em São Luís já realizamos debate com educadores e hoje nossa conversa foi com a juventude, ouvindo da boca de cada jovem seus anseios e perspectivas para um Maranhão cada vez mais próspero”, destacou Felipe Camarão.

O co-vereador do Coletivo Nós, primeiro mandato coletivo da Câmara municipal de São, Enir Ribeiro, destacou o quão simbólico é o espaço onde foi realizado o encontro e a importância de se convidar os jovens para essa construção. “É muito importante um evento como esse, em uma instituição como essa. Um evento para a juventude em uma ‘quebrada’, porque é onde a juventude que faz acontecer mora e é importante que ela esteja no centro das discussões sobre as políticas públicas”, disse.

“O governo Bolsonaro corta verba dos institutos federais, não incentiva a pesquisa e a ciência, e quer a todo tempo que a educação não sobreviva nesse país. É por isso que estamos aqui, para falar que estudante tem vez, tem voz e quer mais que o conteúdo passado na sala de aula. Então nossa proposta trazida aqui hoje é que sejam implementados cursinhos populares nos bairros de São Luís, para que o estudante consiga entrar em uma universidade e consiga estudar com tranquilidade e não com dificuldade”, declarou Camila Pedrosa, representante da UNE.

O Maranhão não pode parar

A plenária o Maranhão não pode parar está percorrendo diversos municípios maranhenses, para escutar das pessoas aquilo que elas querem que sejam priorizadas pelo governo, a partir de 2023, como políticas públicas. Até o momento, ‘O Maranhão não pode parar’ já foi realizado em Presidente Dutra, Imperatriz, São Mateus, Icatu e São Luís.


0 comentários:

Postar um comentário

Curta a Página do Blog do Neto Weba


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO