quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Polícia Federal faz operação em Carutapera e outros três municípios visando emendas do deputado Josimar

Polícia Federal faz operação em Carutapera e outros municípios visando emendas do deputado Josimar (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

Na manhã desta quarta-feira (1º), a Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão em Carutapera e mais três municípios do maranhenses, a ação faz partes das investigações sobre desvio de verbas de prefeituras relacionadas a emendas parlamentares. O alvo é o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL-MA).

A autorização para operação foi da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), que também é relatora de ações que pedem o fim das emendas de relator-geral, base do orçamento secreto, esquema revelado pelo Estadão em maio. O caso tramita sob sigilo.


Segundo apuração os mandados estão sendo cumpridos nos municípios de Zé Doca, Maranhãozinho, Carutapera em São Luís. Em Zé Doca, a prefeita Josinha Cunha é irmã do deputado federal Josimar.

De acordo com investigações da Polícia Federal, a relação de parentesco e ligações pessoais de Josimar com prefeitos e secretários municipais fazem parte do ‘modus operandi’ para desvio de dinheiro em áreas como saúde e infraestrutura. A operação desta quarta-feira, segundo pessoas envolvidas com o caso, está relacionada à infraestrutura.

Josimar de Maranhãozinho é um dos parlamentares que está na mira dos órgãos de investigação e controle por desvios em emendas parlamentares. Além dele, há outros nomes que ainda não foram alvo de mandados.

Em outubro, o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, admitiu, em audiência na Câmara, “não ter dúvida” de que há corrupção envolvendo recursos federais indicados por parlamentares via emendas. Ao ser questionado sobre o orçamento secreto, esquema montado pelo governo de Jair Bolsonaro para aumentar sua base eleitoral no Congresso, Rosário afirmou que sua pasta e a PF investigavam a venda de emendas e que, “em breve”, deveria haver novidades.

A ação da Polícia Federal ocorre um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro se filiar ao partido de Josimar, o PL. O deputado tem relação próxima com o presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, condenado pelo esquema do mensalão, quando fazia parte de base aliada do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


*Com informações de Estadão

0 comentários:

Postar um comentário

Mais velocidade pra você

Mais velocidade pra você

Curta a Página do Blog do Neto Weba

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO