quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Brandão manda recado: quer ser escolhido já em novembro e assumir o governo antes de abril


O vice-governador Carlos Brandão, instigado pela ânsia de poder de José Reinaldo Tavares e Luís Fernando Silva, seus principais conselheiros políticos, não quer saber de adiamento da decisão do governador como sugeriu o secretário estadual de educação, Felipe Camarão.

Está marcada para este mês nova reunião dos partidos aliados do grupo do governador Flávio Dino. Seria a definição da candidatura de consenso levando em conta os critérios estabelecidos por carta assinada pelo governador e pelos partidos na reunião de 5 de julho deste ano.

Ocorre que o pré-candidato Felipe Camarão, que entrou recentemente na disputa, solicitou o adiamento da definição, para que ele tenha tempo de se viabilizar em pé de igualdade com os demais que já estavam em pré-campanha.

Em declarações recentes, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, que é aliado do pré-candidato Weverton, sinalizou positivamente pelo adiamento em prol do entendimento do grupo.

Mas vendo que os outros pré-candidatos estão com agendas intensas e com tendência de crescimento, o vice-governador pressiona o governador Flávio Dino para que rasgue a carta de intenções e decida pelo seu nome já em novembro.

Mandando recado através da imprensa alinhada ao seu projeto, Brandão deixa claro que não quer esperar mais e nem quer que os critérios sejam obedecidos. Seu desejo é não só ser o indicado já, como deseja que o governador entregue a cadeira antes do prazo de desincompatibilização para tocar o seu projeto de poder.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO