segunda-feira, 26 de julho de 2021

Chapa de Edivaldo não terá candidato ao Senado; Flávio Dino receberá apoio do ex-prefeito

Pré-candidato ao governo do estado desde que aceitou o convite do ex-ministro Gilberto Kassab para ingressar no PSD, o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior fez apena suma exigência à direção nacional do partido: não apresentar candidato ao Senado e deixa-lo livre para apoiar a candidatura do governador Flávio Dino (PSD).

Segundo fontes do blog, o ex-ministro, que abonará a ficha de filiação de Edivaldo dia 4 de agosto em ato a ser realizado em Brasília, não fez a menor objeção e esta informação foi passada a Flávio Dino no encontro que ele teve recentemente com o ex-prefeito. Edivaldo, segundo a mesma fonte, vai pedir votos para Dino.

Edivaldo sempre foi muito próximo do governador, se afastaram nas eleições municiais de 2020, mas nunca romperam oficialmente. Ainda que Dino lidere um grupo com vários pré-candidatos, sendo os dois principais Carlos Brandão (PSDB) e Weverton Rocha (PDT), o ex-prefeito será mais um aliado do governador em sua candidatura ao Senado.

A pré-candidatura de Edivaldo, inclusive, começa mexer nos tabuleiro político governista. Brandão e Weverton, que lutam internamente pelo apoio do governador e consequentemente do grupo deram demonstração durante inauguração de obras do governo no final de semana que podem se entender e manter a unidade defendida pelo governador.

O fator Edivaldo, que surge como uma terceira via com chance real de sucesso em sua candidatura, conforme mostraram as últimas pesquisas, pelo visto, deve ter acendido o alerta na base governista. O grupo unido em torno de um nome pode ser considerado favorito, dividido existe um risco grande de perder o Palácio dos Leões.

O governador Flávio Dino, no entanto, acredita no consenso do seu grupo, trabalha por isso; pelo que se viu neste final de semana em Coroatá e Lagoa do Mato a articulação está evoluindo e a tendência é que Brandão e Weverton se entendam. Brandão vai assumir o governo em abril do ano que vem é natural que tenha preferência para disputar a reeleição.

Agora é fato que o governador, com o apoio da base governista e de Edivaldo se torna praticamente imbatível em sua caminhada rumo ao Senado.

Via Jorge Vieira

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade