segunda-feira, 7 de junho de 2021

TCU nega existência de relatório que Bolsonaro citou sobre mortes por COVID

TCU, que a princípio desconhece relatório apontado, prepara resposta oficial a respeito(foto: Alan Santos/Presidência da República)O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (7/6), durante conversa com apoiadores no Palácio do Planalto, em Brasília, que um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) mostra que 50% das mortes por COVID-19 no Brasil em 2020 foram, na verdade, por outras doenças. No ano passado, segundo dados do Ministério da Saúde, 194.949 pessoas morreram de coronavírus no país. O TCU, por seu turno, nega a existência de tal documento.

“Não é meu, é do tal do Tribunal de Contas da União, questionando o número de óbitos do ano passado por COVID. Ali, o relatório final, não é conclusivo, mas em torno de 50% dos óbitos por COVID no ano passado não foram por COVID, segundo o Tribunal de Contas da União. Esse relatório saiu há alguns dias”, afirmou Bolsonaro.

“Isso aí muita gente suspeitava, muitos vídeos que vocês viram em WhatsApp e etc tem pessoas reclamando que o ente querido não faleceu daquilo. Muito bem fundamentado, está bem claro”, disse Bolsonaro, na sequência, a respeito do questionamento dos números.

O presidente também disse que vai divulgar o documento na tarde desta segunda-feira. O Estado de Minas consultou o TCU sobre a veracidade do relatório, que segundo Bolsonaro “saiu há alguns dias”.

Em contato com a reportagem, o TCU afirmou que desconhece um relatório com dados desse tipo.

"O TCU esclarece que não há informações em relatórios do Tribunal que apontem que “em torno de 50% dos óbitos por COVID no ano passado não foram por COVID”, conforme afirmação do presidente Jair Bolsonaro divulgada hoje", lê-se em nota enviada à reportagem.

E de Minas

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade