quinta-feira, 15 de abril de 2021

Peixe-boi marinho é encontrado morto no interior do Maranhão

 

O animal foi encontrado no último dia 7de abril, em um local de difícil acesso, por um pescador artesanal; por se tratar de uma espécie ameaçada de extinção, o ICMBio São Luís foi acionado para analisar o caso.



Peixe-boi marinho é encontrado morto no interior do Maranhão — Foto: Divulgação/ICMBio


O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) divulgou, nesta quinta-feira (15), que um peixe-boi marinho (Trichechus m. manatus) foi encontrado morto na praia de Itapiranga, na cidade de Guimarães, a 434 quilômetros de São Luís.

O animal foi encontrado no último dia 7de abril, em um local de difícil acesso, por um pescador artesanal, identificado como José Itamir, conhecido como “Seu Pixuca”. O pescador informou o caso para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Guimarães.

De acordo com o ICMBio, por se tratar de uma espécie ameaçada de extinção, o ICMBio São Luís foi acionado e deslocou uma equipe até o local. O local do encalhe fica no entorno da Reserva Extrativista de Itapetininga, uma das Unidades de Conservação Federais gerida pelo ICMBio São Luís.

“Durante a ocorrência, após verificação inicial, concluiu-se que se tratava de um indivíduo adulto, do sexo feminino, com aproximadamente 3,10 metros de comprimento e em avançado estágio de decomposição. Foram feitos registros fotográficos do animal, medições da carcaça e captura de coordenadas geográficas do local. O material biológico do peixe-boi marinho foi coletado e encaminhado para o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos (CMA/ICMBio), órgão que coordena, executa e promove estudos, projetos e programas de pesquisa e manejo para conservação de mamíferos aquáticos, atuando principalmente sobre as espécies ameaçadas e migratórias, para posterior caracterização e sequenciamento genético”, explicou o Instituto por meio de nota.

Segundo a líder da Área Temática da Gestão do Conhecimento e Monitoramento da Biodiversidade do ICMBio São Luís, Laura Reis, a parceria e o apoio dos moradores das Comunidades, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e do CMA/ICMBio, são extremamente importantes em atividades como esta.

“Sozinhos não conseguiríamos monitorar a biodiversidade da região. Em conversa com os moradores da Comunidade de Itapiranga, por exemplo, foi mencionado que em outros locais há ocorrência do peixe-boi marinho, o que reforça ainda mais a importância do conhecimento local para direcionar ações futuras de pesquisa com a espécie na região”, enfatiza a bióloga.

Neste ano, esse é o segundo caso de peixe-boi marinho encontrado morto no Maranhão. No dia 23 de janeiro, um animal recém-nascido da mesma espécie foi encontrado morto no interior da Reserva Extrativista da Baía do Tubarão, localizada na cidade de Humberto de Campos, a 153 km de São Luís.

0 comentários:

Postar um comentário