quinta-feira, 8 de abril de 2021


Na manhã desta quarta-feira (7), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) participou da reunião de alinhamento com dirigentes municipais de Educação e gestores escolares da Unidade Regional de Educação (URE) de Imperatriz. A reunião discutiu a gestão educacional em regime de colaboração e o fortalecimento da aprendizagem e contou com a participação do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão; da secretária adjunta, Nádya Dutra; da gestora regional de Educação, Orleane Evangelista de Santana; do prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo, dentre outros participantes.

Cerca de 100 pessoas participaram do encontro virtual e muitas elogiaram a iniciativa do governo, entre elas Bartolomeu Gomes Alves e Vera Lúcia de Souza Silva. “Parabéns ao Governo do Estado e em especial ao nosso secretário Felipe Camarão, pelo tratamento extremamente responsável com que se está tratando a Educação nesse difícil momento em que vivemos”, expressou Bartolomeu. Vera Lúcia também demonstrou satisfação pela iniciativa do governo. “Nossos agradecimentos ao nosso secretário Felipe pela responsabilidade, sensibilidade para com a vida dos profissionais da educação”, exprimiu.

Na reunião, foi apresentado um panorama da educação na Regional de Imperatriz, que é formada por 15 municípios e possui uma população média de 520.722 habitantes. A Rede de Educação Infantil e Ensino Fundamental é toda municipalizada, totalizando 100.314 estudantes em escolarização, sendo 22.785 matrículas na Educação Infantil e 77.529 no Ensino Fundamental. Das 15 municipalidades 13 possuem Conselho Municipal de Educação e todas possuem Sistema de Ensino próprio.

Durante a reunião, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou a importância do encontro para o alinhamento de ideias no sentido de conduzir o processo educacional de forma responsável e eficiente, valorizando a vida e seguindo os direcionamentos dos órgãos de saúde, para diminuir a proliferação da Covid-19.

“A situação sanitária do Estado do Maranhão e do Brasil é muito alarmante e por uma questão de cautela não voltamos com as aulas presenciais. A preocupação do momento é com a vida, saúde e biossegurança das pessoas, dos nossos professores e estudantes. Eu peço aos nossos dirigentes de educação municipal, aos prefeitos que segurem um pouco mais o retorno às aulas presenciais, porque em boa parte de nossas escolas não teremos as condições necessárias para o controle sanitário seguro de toda a rede”, expressou.

O secretário Felipe Camarão também falou sobre as inaugurações que o Governo do Estado irá realizar ainda este mês, e demonstrou preocupação com a segurança de todos ao anunciar que as solenidades neste momento serão realizadas de forma virtuais, para evitar aglomerações e conter o avanço da pandemia.

“Temos escolas para inaugurar em Montes Altos, Buritirana, São João do Paraíso e outros municípios e eu não estarei presencialmente. Nós faremos uma grande solenidade virtual, no final deste mês, no Dia da Educação, 28 de abril, para entregar às comunidades essas escolas. É um momento de cautela, empatia e solidariedade”, declarou.

A reunião trouxe orientações gerais para o ano de 2021, entre elas o formato inicial do Ensino Remoto, com estruturação do Ensino Híbrido (Portaria Seduc nº 080/2021); enfrentamento da evasão e abandono, por meio da implementação da Busca Ativa, em parceria com o Unicef; manutenção do vínculo do estudante; ciclo de aprendizagem (Resolução do CEE nº 200/2020); início do Ano Letivo articulado com as Redes Municipais de Ensino; recuperação da aprendizagem e priorização curricular.

Fonte: Seduc

0 comentários:

Postar um comentário