segunda-feira, 22 de março de 2021




No último sábado (20), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) ingressou com uma Ação Direta de Insconstitucionalidade contra o teto estabelecido pelo governo federal para concessão do novo auxílio emergencial. O partido quer que as parcelas voltem a ser de R$ 600, valor da rodada anterior.

A quantia da nova rodada foi proposta na PEC Emergencial, aprovada neste mês pelo Congresso.

Segundo a ação, os novos valores não garantem a “manutenção de condições sanitárias de isolamento para permitir o regular funcionamento do Sistema Único de Saúde – SUS e os meios para uma sadia qualidade de vida para todos“.

No despacho, o partido também cita o avanço da pandemia, com a existência de variantes mais fortes do coronavírus.

0 comentários:

Postar um comentário