terça-feira, 23 de fevereiro de 2021




O deputado federal Josimar de Maranhãozinho, em entrevista ao programa Questão de Ordem, da Rádio Nova FM, nesta segunda-feira (22), comentou sobre um possível rompimento do seu grupo político com o governo Flávio Dino (PC do B).
Controlador de três partidos – PL, Avante e Patriotas – Moral da BR, apelido pelo qual o parlamentar é conhecimento no meio político, não descartou a possibilidade ao confirmar, mais uma vez, que pretende disputar a eleição para governador em 2022.

“Não tomaremos nenhuma decisão prematura. Iremos ouvir todos os integrantes do nosso grupo político. Será uma decisão pensada e de grupo”, comentou o deputado, que conseguiu eleger mais de 40 prefeitos/prefeitas ano passado.

A afirmação de Josimar só ratifica os rumores que correm nos bastidores dando conta da sua insatisfação em relação ao governador no que se refere a possuir espaço de poder no primeiro escalão da administração estadual.

Até 2019, Moral da BR controlava, através da sobrinha, Fabiana Vilar Rodrigues (à época no Avante), a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

No ano seguinte, indicou Fabiana para figurar como candidata a vice-prefeita de São Luís na chapa encabeçada pelo deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos), que acabou derrotada no segundo turno da eleição na capital.

Mesmo possuindo três partidos e grupo político amplo, Josimar ainda permanece sem ser contemplado na reforma administrativa proposta por Dino.

Josimar, ainda durante a entrevista, confirmou novamente que lançará a esposa, a deputada estadual Detinha (PL), para o cargo de deputada federal e que o seu grupo político fechará questão em torno de uma “candidata” para deputada estadual.

A “candidata”, ao que tudo indica, deverá ser a própria Fabiana Vilar ou a irmã do deputado, a prefeita reeleita de Zé Doca, Josinha Cunha (PL).

0 comentários:

Postar um comentário