sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Covid faz mais uma vítima na imprensa maranhense




O radialista e produtor cultural, Juarez Souza, de 54 anos, faleceu nesta sexta-feira vítima de complicações ocasionadas pelo novo coronavírus.
Juarez estava internando no Hospital Carlos Macieira desde o início do mês.

A confirmação da sua morte veio no início desta tarde.

Juarez Sousa atuou em vários veículos de comunicação e deu importante contribuição à imprensa maranhense.

Também era cantor e grande defensor da cultura. Chegou a ser intérprete da escola de samba túnel do Sacavém e se apresentava em serestas, interpretando toadas de bumba-boi em ritmo de bolero, o que designou de “boi lero”.

Ano passado, o jornalista Roberto Fernandes, da Rádio e TV Mirante, também faleceu vítima da doença.

Abaixo, confira a nota de pesar do presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT):

É com profunda tristeza que recebi a notícia do falecimento do radialista Juarez Souza nesta sexta-feira.

Juarez era um excelente profissional e, por anos, deu importante contribuição ao jornalismo maranhense, trabalhando em vários veículos de comunicação e, inclusive, cobrindo as ações da Câmara Municipal de São Luís.

Além disso, Juarez se destacava por ser um dos grandes defensores da cultura de nosso Estado.

Ele amava o que fazia e desempenhava com excelência todas as funções que desenvolvia.

Peço a Deus que conforte a família e amigos, acalentando seus corações neste momento de dor.

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade