quarta-feira, 1 de julho de 2020


As mortes ocorreram quando da Polícia Militar (PM), por meio através da Equipe de Inteligência e Força Tática, entraram em confronto com bandidos na BR-222, no trecho entre Santa Luzia e Santa Inês. Os suspeitos foram identificados como: Adailton Lobo (42 anos), Raimundo Cícero Santos Bezerra (51 anos) e Ricardo Marinho Lima (34 anos).

Segundo a polícia, dois dos mortos são residentes no município de Santa Luzia e seriam irmãos. O terceiro é morador de Santa Inês. De acordo com a Polícia os indivíduos estariam seguindo em dois veículos para realizar ataques a carros fortes na região.

A polícia realiza operações na época de pagamento do funcionalismo, da folha de pagamento de municípios e programas de assistência social. São montadas barreiras de abordagens e rondas nos trechos das rodovias que ligam as diversas regiões do Maranhão.

Ao percorrer a BR-222, na altura dos povoados Calango e Ladeira do Gato, os policias se depararam com dois veículos em situação suspeita pela quantidade de ocupantes, e determinou a parada para a realização de abordagens e revistas de rotina durante as operações.

Durante a abordagem policial, os ocupantes do segundo veículo realizaram disparos de arma de fogo contra os policiais. Neste momento houve a pronta resposta com confronto com a polícia, vindo o veículo a capotar e registrando os óbitos de seus três ocupantes.

Na ação, foram retiradas de circulação duas armas de grande poder de destruição, que poderiam levar sérios riscos para a sociedade e para o exercício da profissão pelos policiais militares. Essas armas, como o fuzil ponto 40 são capazes até de derrubar aeronaves.

0 comentários:

Postar um comentário