sexta-feira, 19 de junho de 2020


A Prefeitura de Cururupu, administrada pela professora Rosinha, está sendo alvo de uma investigação que apura irregularidades na compra de medicamentos e insumos hospitalares.

O inquérito civil foi aberto pela Promotoria de Justiça da cidade e está sob a responsabilidade do promotor Frederico Bianchini Joviano dos Santos.

Segundo o documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira, há indícios que apontam transação financeira irregular de recursos públicos durante a execução do contrato no Executivo Municipal.

Durante a investigação, a Promotoria pretende identificar os possíveis autores e co-autores dos atos de improbidade.

Além disso, o Parquet determinou uma averiguação minuciosa no Portal da Transparência de Cururupu e do site do Tribunal de Contas do Estado com intuito de encontrar documentos de pagamentos referente ao procedimento licitatório.

O órgão ministerial quer ter acesso também às notas fiscais emitidas pela Prefeitura de Cururupu para saber se são verdadeiras ou não, e se as empresas contratadas adquiriram os produtos que venderam ao Executivo Municipal.

O prazo de conclusão do inquérito é de um ano.

0 comentários:

Postar um comentário