sexta-feira, 18 de outubro de 2019

O motorista Victor Yan Barros de Araújo, que matou cinco pessoas durante um acidente de trânsito ocorrido na madrugada do último dia oito de setembro na Avenida Carlos Cunha, em São Luís, foi preso na noite dessa quinta-feira (17). A prisão foi decretada no dia 9 de setembro, mas não havia sido cumprida ainda por conta da internação do motorista em um hospital particular na capital. O Ministério Público (MP) questionou a internação por mais de um mês.

Victor Yan Barros foi transferido para o Núcleo de Saúde, onde os detentos ficam internados no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital. A defesa do motorista, que já teve pedidos da habeas corpus negados pela Justiça, inclusive pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, diz que está com outro pedido tramitando na 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça e ainda nesta sexta (18) vai protocolar na 2ª Vara do Tribunal do Juri, no Fórum Desembargador Sarney Costa, no bairro Calhau, em São Luís, a resposta da acusação.

Uma das estratégias é provar que Victor Yan, mesmo com as afirmações de testemunhas e policiais, não estava embriagado quando dirigia o carro e que o acidente teria sido fatalidade. Já para o Ministério Público não há dúvidas sobre o crime. Para o MP, Victor deve responder por homicídio doloso nos cinco casos, que é quando há intenção de matar.

Na 2ª Vara do Tribunal do Juri, onde tramita o processo, a expectativa é de que a audiência para tomada de depoimentos do acusado e das testemunhas seja marcada até o fim da primeira quinzena do mês de novembro deste ano.

Tragédia

O acidente aconteceu na madrugada do dia 8 de setembro de 2019, quando desgovernado o carro dirigido por Victor Yan saiu da Avenida Carlos Cunha e foi parar na Rua Dois, que fica na parte de baixo. O carro caiu sobre moradores que participavam de uma festa de aniversário.

Cinco pessoas morreram e outras nove ficaram feridas, sendo que duas delas ficaram gravemente. Após o acidente, a comunidade do bairro protestou, com interdição da avenida, na cabeceira da Ponte Bandeira Tribuzzi, o que provocou mudanças no tráfego.

Do G1,MA

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração