quarta-feira, 2 de outubro de 2019


Nesta terça-feira (1º), uma ação conjunta das Polícia Civil e Militar culminou na prisão funcionários contratados pela Guarda Municipal de Viana.

Segundo informações, João Batista Meireles, o “Curica”, Rayones Queiroz de Sousa, Francisco de Assis Mendonça Neto e Raimundo dos Santos Baia Pinheiro foram presos em flagrante delito e José Raimundo Costa , vulgo Manelão, foi detido mediante a mandado de prisão preventiva. Este último é sargento da Polícia Militar da reserva e atua como guarda municipal.

Foram cumpridos 8 ordens judiciais de busca e apreensão nas residências dos alvos.

Ainda de acordo com a polícia, os agentes estavam ameaçando e praticando abuso de autoridade contra os moradores de Viana, além disso ostentavam armas de fogo em via pública.


Durante a ação, foram apreendidos na casa de “Manelão” uma pistola de calibre 380 com três carregadores, 43 munições de calibre 380, 3 munições de calibre 12 e 2 de calibre 20.

Na residência de João Batista foram encontradas uma revólver de calibre 38, juntamente com 10 munições íntegras. Já no imóvel de Rayones foram apreendidas 5 munições de calibre 38 intactas, 1 calibre de 20 e uma de calibre 22 e uma arma de fogo, tipo espingarda, desmontada, dois pares de algemas e duas balaclavas.

Na casa de Raimundo foram encontradas duas munições de calibre 12 e duas placas para colete balístico com a numeração suprimida, bem como na residência de Márcio Aurélio Mendonça foram apreendidas 10 cápsulas deflagradas de calibre 380, duas placas para colete balístico e um simulacro de arma de fogo.

E na casa do sargento reformado foram apreendidas uma arma de fogo de calibre 38, 4 munições intactas e duas deflagradas, duas placas balísticas para colete com identificação suprimida e um par de algemas. Este já possuía passagem pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo e receptação de placas balísticas de colete. Na ocasião da abordagem, ele reagiu com disparos de arma de fogo contra a força policial e, com o intuito de repelir a agressão, foi neutralizado.

Os conduzidos responderão, inicialmente, pelos crimes de associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo e munição.


0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração