segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Filha relatou o crime em uma rede social e diz que a mãe era conivente com o crime. Casal foi preso neste domingo (25) pela Delegacia da Mulher de Zé Doca.


Uma mulher relatou em uma rede social que era estuprada pelo pai e que a mãe era conivente do crime, que estaria acontecendo dentro da casa da família em Governador Newton Belo, a cerca de 115 km de São Luís . Após a postagem, neste domingo (25) a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Zé Doca prendeu o casal Edmar Cavalcante Neves e Rosinete Neves.

Segundo a vítima, ela era forçada a beijar o pai. Ela diz ainda que, ao contar o caso, foi ignorada e desprezada pela própria família, que estaria culpando as pessoas erradas.


Parte do relato da vítima em uma rede social dizendo que era estuprada pelo pai e que a família era conivente com o crime (parte 1) — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Relato da vítima em uma rede social dizendo que era estuprada pelo pai e que a família era conivente com o crime (parte 2) — Foto: Reprodução/Redes Sociais



A Polícia Civil preferiu não dar detalhes sobre o caso para preservar a vítima e as investigações, como também não informou o porquê da vítima preferir denunciar pelas redes sociais, ao invés de ir a uma delegacia.

A delegada responsável pelo inquérito informou ao G1 que a vítima saiu da cidade e que foi pedida a prisão temporária dos pais por 30 dias para a conclusão das investigações. Edmar Cavalcante foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Zé Doca, enquanto Rosinete Neves foi enviada a São Luís para ficar em um presídio feminino.

G1 MA

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração