terça-feira, 27 de agosto de 2019


Um funcionário terceirizado de uma universidade particular localizada no Turu em São Luís, é suspeito de agredir brutalmente uma cadela no interior da instituição. O caso foi registrado na manhã de hoje (27).

O animal sofreu diversas perfurações na região da cabeça. Ainda no fim da manhã, foi levada para uma clínica veterinária para ser submetida a exames específicos.

O homem chegou a ser identificado mas fugiu no local. Um Boletim de Ocorrência foi registrado contra ele na Delegacia do Meio Ambiente.

Em nota, a faculdade informa que afastou o funcionário e que repudia qualquer ato de violência.

Leia:

”A faculdade Pitágoras de São Luís – Campus Turu I – MA esclarece que repudia veementemente qualquer ato de violência contra animais. A faculdade esclarece que, preventivamente, afastou o vigilante terceirizado, responsável pela segurança do local, procurou a Delegacia de Meio Ambiente para registro da ocorrência e está apurando internamente o fato para tomar todas as medidas cabíveis junto aos responsáveis. A instituição reitera que permanece à disposição para sanar quaisquer dúvidas adicionais”.

Via Neto Ferreira

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração