quinta-feira, 27 de junho de 2019


Nesta quinta-feira (27), o governo do Maranhão divulgou a demissão do delegado da Polícia Civil Tiago Bardal.

A remoção foi publicada na edição do dia 25 de junho do Diário Oficial, que foi para o site apenas hoje. A decisão foi assinada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) após a Procuradoria Geral do Estado (PGE) emitir um parecer sobre o resultado de processo administrativo instaurado pela Corregedoria Geral da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) em abril de 2018.

Bardal foi preso por duas vezes no ano passado por integrar organizações criminosas especializadas em contrabando e assalto a banco.

Em meados do mês de março, durante oitivas na 2ª Vara Criminal, Bardal acusou o secretário de Segurança Pública de usar de forma pessoal o aparato da SSP para espionar desembargadores e políticos maranhenses. As denúncias foram reafirmadas pelo delegado afastado Ney Anderson.

Para esclarecer tais fatos, o ex-delegado vai depor na Comissão de Segurança e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados no próximo dia 2 de julho a pedido de parlamentares maranhenses que pedem rigor nas investigações das acusações contra Portela.



Via Neto Ferreira

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração