quarta-feira, 8 de maio de 2019


Caminhão com cerca de 100 porcos e mais 5 cavalos foram apreendidos na terça-feira (7) no Km 543 em Caxias.


Polícia Rodoviária constatou o transporte irregular de aproximadamente 100 porcos na BR-316 em Caxias — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve na manhã de terça-feira (7) um motorista de um caminhão-baú que transportava irregularmente porcos na BR-316 em Caxias, a 360 km de São Luís.


Segundo a PRF, a apreensão aconteceu no Km 543 da BR-316 quando os policiais rodoviários realizavam uma fiscalização de rotina e sentiram um forte odor, característico de suínos, em um veículo tipo caminhão-boiadeiro que seguia na rodovia estadual no sentido da cidade de Caxias para Peritoró.

Durante a fiscalização os policiais da PRF constataram o transporte irregular de aproximadamente 100 porcos e mais cinco cavalos. Para os suínos havia uma Guia de Transporte Animal (GTA), emitida na segunda-feira (6) com validade até a sexta-feira (10), com quantitativo de apenas 40 porcos, restando aproximadamente 60 animais suínos sem a devida GTA.

Para os cavalos havia uma GTA, emitida no último dia 29 de abril com validade vencida na segunda com quantitativo de apenas um cavalo, restando quatro cavalos sem a devida GTA. Também não tinha a comprovação da imunização dos animais.


Polícia Rodoviária verificou o transporte irregular de cinco cavalos dentro do caminhão-baú na BR-316 em Caxias — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Após a fiscalização no veículo de carga pesada, a PRF acionou a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), que compareceu para realizar os procedimentos cabíveis.


Questionado a respeito, o passageiro do caminhão declarou a PRF que era proprietário dos porcos e que iria conduzi-los até a cidade de Maracaçumé, a 458 km da capital. Ele ainda disse que comprou os animais na cidade de Pedra, em Pernambuco, pelo valor de aproximadamente, R$ 30 mil e também afirmou que foi notificado no posto da Aged em Timon, a 450 km de São Luís, tendo sido inclusive lavrado um auto de infração no valor de R$ 5.000 mil.

O condutor do veículo, alegou que trouxe um cavalo de Cabo de Santo Agostinho, no Pernambuco, e que os outros quatro cavalos foram recebidos numa fazenda existente entre Timon e o Povoado Brejinho, sem emissão de GTA e demais exames exigidos. Diante das informações obtidas foram constatados os delitos como transportar animal sem GTA e disseminar doença ou praga ou espécies que possam causar dano.

A destinação dos animais ficou a cargo da Aged. Já o motorista do veículo e o passageiro que estava com ele durante o transporte dos animais foram detidos e conduzidos para Delegacia de Polícia Civil em Caxias, onde ficarão à disposição da Justiça.


G1 MA

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração