quarta-feira, 29 de maio de 2019


O Complexo Delta Maranhão entrou em sua terceira fase de expansão. Com apoio do Governo do Estado, a companhia Ômega Energia está investindo mais R$ 500 milhões para dar continuidade à expansão do projeto.

Com investimento inicial de R$ 1,5 bilhão, o projeto começou as operações em 2017 no parque Delta 3. O Complexo Delta Maranhão somará 97,2 MW à sua capacidade instalada, passando a operar de 136 para 172 aerogeradores e geração total de 426 MW.

“Estamos aproveitando as potencialidades e vocações do nosso estado, o que nos traz muitas contrapartidas, que são nosso ponto focal, como investimentos, emprego, renda, sustentabilidade, valorização territorial e, principalmente, desenvolvimento socioeconômico”, ressalta Simplício Araújo, Secretário de Estado de Industria e Comércio.

O potencial do Maranhão para geração de energia renovável viabilizou, em 2018, mais R$ 500 milhões na ampliação do complexo que, com a conclusão dos Deltas 5 e 6, passou a gerar 328,8 MW de capacidade, o suficiente para abastecer 2,5 milhões de residências.

“Pela qualidade e incidência dos ventos, o litoral do Maranhão tem forte potencial para a geração eólica o que tem trazido muita prosperidade para a região”, afirma o presidente da Ômega Energia, Antônio Bastos Filho.

O projeto colocou o Maranhão no mapa mundial de geração de energia eólica, gerou 2 mil empregos diretos e mais de 2 mil indiretos nas três fases de obra. Além disso, o complexo contribuiu com a economia local e regional, através de projetos sociais e estímulos ao desenvolvimento econômico, incluindo infraestrutura, turismo e comércio.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração