sexta-feira, 22 de março de 2019


Três suspeitos de envolvimento no homicídio do ex secretario de Cultura Algenir Ferreira foram conduzidos na noite desta quinta-feira (21) para Delegacia Regional de Pinheiro.

As prisões aconteceram na rua Raimundo Nonato Soares no bairro Dondona Soares em Pinheiro. Ítalo Vinicius Monteiro Silva, Welington Henrique Marques Ribeiro e o menor M.M.P foram apresentados ao Delegado Shaolin que cuida do caso.

Desde quando chegou ao conhecimento da Policia Militar sobre assassinato do Professor e ex secretario Algenir, diligências foram realizadas no sentido de identificar e prender os autores. Na manhã desta quinta, a PM recebeu a informação que o menor M.M.P, iria fugir pois teria envolvimento com o crime informando a localização exata do menor e comparsas.

As equipes do GOE e Águia, se deslocaram para as casas do menor e Welington, onde foi encontrado a mãe e namorada do suspeito, após buscas pela casa foi encontrado um notebook marca Lenovo embaixo de uma cômoda no quarto do menor, a partir daí foi confirmado pelos familiares a participação dele no crime, e revelaram que “M” falou antes de sair que quem teria matado o professor foi Ítalo, logo em seguida foram encontrados ítalo e Welington.

No final da tarde as equipes Águia do 10° BPM receberam informações do paradeiro de “M”, ele foi encontrado às margens do rio Pericumã, na Estacom, onde confirmou diante dos PMs a sua participação no crime juntamente com Ítalo, Wellington outros elementos identificados como Cocó e Fernando.

O menor confessou que ele chegou a noite na casa do Professor, mais tarde abriu a porta para que seus comparsas entrassem para roubar, assim que entraram ítalo desferiu várias facadas na vítima que faleceu no local, em seguida eles limparam a casa e embrulharam o corpo e seguiram todos até o local onde deixaram no povoado de Presidente Sarney.

Todos receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia de Policia. Onde a Autoridade Policial ratificou a voz de prisão e iniciou os procedimentos de praxe.

Foram garantidos todos os seus direitos constitucionais

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração