quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Julgamento do pastor evangélico Roberval Serejo. (Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ - Após quase 12 horas de julgamento, o juiz Adolfo Pires leu aos presentes no auditório da OAB a sentença que condenou o pastor evangélico Roberval Serejo a 19 anos e 3 meses de prisão em regime fechado, pela morte do professor Raimundo da Conceição.

No corpo de jurados, estavam quatro mulheres e três homens. O promotor de Justiça Carlos Róstão sustentou a denúncia de homicídio qualificado por motivo torpe.

Entenda

O professor Raimundo da Conceição foi morto com uma facada no pescoço, no dia 31 de dezembro de 2016, próximo ao condomínio residencial Cinco Estrelas. O corpo dele foi encontrado no interior do próprio carro, em um terreno baldio no loteamento Cinco Irmãos, periferia de Imperatriz. Imagens de câmeras de segurança ajudaram a polícia a elucidar o crime.

O pastor trabalhava na Igreja Batista da Vila Redenção, e a motivação do crime, segundo as investigações, é que o professor havia descoberto que o pastor estava tendo um caso com a mulher dele, Rosa Santana. O professor teria ameaçado contar ao Conselho da Igreja sobre o caso.


G1 MA

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração