terça-feira, 16 de outubro de 2018


Um caso estranho terminou com a prisão de uma pessoa, suspeita de esfaquear um animal por conta de discussão sobre os candidatos à Presidência da República. O fato aconteceu no povoado Pau Santo, zona rural de Lago do Junco.

Identificado como Elisanto de Paiva Silva, o homem teria atingido, com golpe de faca, um jumento. O suspeito foi denunciado, e policiais militares do 19º Batalhão, realizaram buscas para deter Elisanto. Quando soube que seria detido ficou ainda mais transtornado.

Ele invadiu a casa do líder comunitário, conhecido como “Raimundo Barba”, e tentou agredir a esposa dele, mas o casal conseguiu fugir correndo pelos fundos da residência.

A Polícia Militar chegou ao povoado e prendeu em flagrante Elisanto, que vai responder por crime de maus tratos a animais e tentativa de agressão.

A motivação de Elisanto teria esfaqueado o jumento começou por conta de uma discussão sobre Haddad (PT) e Bolsonaro (PSL). Elisanto, durante seu transtorno psicótico, teria dito que os eleitores de determinado candidato são jumentos e como tal merecem morrer a facada.

Do Portal Guará

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração