sábado, 3 de fevereiro de 2018



Morreu na madrugada deste sábado (3) o cirurgião dentista Marcone Cordeiro.

Ele passou mal durante uma prova do Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Militar do Maranhão (PMMA).

Levado à UPA do Itaqui-Bacanga, ele acabou morrendo na unidade.

Ao Blog do Gilberto Léda, a esposa dele, Jeciane Ataíde, relatou que ele passou muito mal logo após completar o teste.

Socorrido por uma ambulância do Samu, ele foi levado à UPA. “Mas a ambulância não tinha nem oxigênio”, reclamou.

Segundo ela, Marcone chegou à unidade gritando muito, mas ainda com vida. Ele morreu minutos depois de internado.

O velório ocorrerá na casa da avó da vítima, na Vila Esperança.

Segundo caso

Este é o segundo caso de morte no mesmo teste. No início da semana, morreu Daniele Nunes Silva é socorrida por uma equipe do Samu, depois de passar mal durante a corrida (relembre).

A jovem ainda foi levada ainda com vida também para a UPA do Itaqui-Bacanga, onde acabou morrendo .

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog