segunda-feira, 11 de julho de 2022

Médico é preso em flagrante após estuprar paciente que passava por cesárea



Um médico anestesista foi preso e autuado em flagrante, na madrugada desta segunda-feira (11), por estupro.

De acordo com as investigações, o anestesista Giovanni Quintella Bezerra estuprou uma paciente enquanto ela estava dopada e passava por um parto cesárea no Hospital da Mulher em Vilar dos Teles, em São João Meriti, região localizada na Baixada Fluminense.

A investigação teve como ponto de partida denúncias da equipe de enfermagem da unidade hospitalar que filmaram o anestesista colocando o pênis na boca de uma paciente quando ele participava do parto dela.


A gravação, que foi entregue à polícia, foi realizada pelos colegas de trabalho do médico após surgir a desconfiança de que ele estava cometendo abuso sexual a paciente.

Os colegas de trabalho do médico começaram a desconfiar por causa da quantidade de anestésico que o profissional utilizava e pelos movimentos estranhos que ele realizava quando ficava com as pacientes isoladas.

A partir da desconfiança, a equipe de enfermagem resolveu colocar um celular na região em que a paciente fica isolada para filmar. Foi com isso que descobriram que o anestesista estuprava as mulheres que iam parir.

O médico foi preso pela delegada Bárbara Lomba, da Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti. Lomba declarou ao G1 que agora eles investigam para descobrir quantas pacientes podem ter sido estupradas pelo médico Giovanni Quintella Bezerra.

A defesa do médico ainda não se pronunciou.

0 comentários:

Postar um comentário

Mais velocidade pra você

Mais velocidade pra você

Curta a Página do Blog do Neto Weba

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO