sexta-feira, 8 de abril de 2022

Com oito obras de creches com verba do FNDE, Luciano Genésio constrói mansão de 1,3 mil metros quadrados e é investigado pela PF


O prefeito de Pinheiro é acuado pelo MPF e pela Polícia Federal de desviar dinheiro da merenda escolar; ele chegou a ser afastado do cargo e ficou um mês fora da prefeitura, mas voltou beneficiado por uma liminar.

A casa em construção de Luciano Genésio tem até pista de pouso Foto: O Globo.

Povoado Apertado no município de Pinheiro, essa é a localidade onde o prefeito Luciano Genésio, do PDT, está construindo uma mansão avaliada em milhões de reais que possui nada menos que 24 quatros, segundo reportagem publicada pelo Jornal O Globo desta quinta-feira (07).

De acordo com a reportagem, o gestor de pinheiro vive em meio a denúncias de desvios de orçamento público e de notícias envolvendo o enriquecimento do prefeito, porém, está construindo uma casa com mais de 30 cômodos, com direito à pista de pouso.

Enquanto se vê engendrado em denúncias nas áreas da Educação, Genésio também chama atenção pela mudança no padrão de vida. Ele está construindo uma casa e uma área para vaquejada.

“Pelo menos 15 dos 17 vereadores da cidade são aliados de Genésio. Procurado, Genésio, que cumpre agenda política em Brasília, ao lado do senador Werveton Rocha (PDT-MA), pré-candidato ao governo do estado, nega irregularidades e também que tenha sido favorecido na distribuição de recursos do FNDE.” Diz a matéria de O Globo.

Sobre a mansão que está construindo em Povoado Apertado, Genésio diz que o imóvel vem sendo erguido ao longo dos anos, desde que assumiu como prefeito. Em vez de 24 cômodos como se comenta na cidade, ele assegura que são quatro suítes no segundo andar e uma no primeiro.

O prefeito mostrou ao O Globo a planta do imóvel em que é possível ver que apenas uma suíte – sem o closet e o banheiro – mede quase 50 metros quadrados. Há pelo menos 30 cômodos nos dois andares da construção. A pista de pouso é do pai, de acordo com ele. Os recursos viriam de suas atividades empresariais no ramo da construção e de posto de gasolina. Genésio afirma que declara cerca de R$ 80 mil por mês de imposto de renda.

“Eu não saí do zero. Já tinha uma vida. A casa é grande, mas é mais comprida do que larga. Não são tantos quartos assim. A pista de pouso é do meu pai que é fazendeiro e mora logo em frente. No momento, obra está até parada”, explica, informando que o imóvel tem 1.300 metros quadrados de área construída e que pode parecer maior porque os cinco quartos têm closet e banheiros grandes.

Um dos poucos adversários do prefeito, o vereador Felipe Chicão (MDB) chegou a entrar com um pedido de instalação de uma CPI para verificar desvios da atual gestão municipal e de afastamento definitivo de Genésio, mas o requerimento foi recusado pela Câmara Legislativa. Ele diz ainda que, no ano passado, também houve suspeitas de malversação de recursos públicos para o combate à Covid-19.

“Desde que ele assumiu o cargo, ele (Luciano Genésio) enricou” disse o parlamentar, acrescentando que Genésio está deixando o PP para se filiar ao PDT, de forma a viabilizar o apoio à candidatura de Werveton Rocha ao governo do estado.

Ele tem estreita ligação com o governo federal. No dia seguinte à operação da PF, ele estava com o Lira numa visita oficial ao Maranhão. Os dois posaram juntos para foto naquele dia.

– Operação da PF

Prefeito Luciano Genésio é o principal aliado
 do senador Weverton em Pinheiro…

Em março deste ano, a PF desarticulou um suposto esquema de fraudes em licitação, superfaturamento e simulação de fornecimento de alimentos para merenda escolar. As fraudes teriam ocorrido no âmbito do Programa de Alimentação Escolar do FNDE. Os contratos teriam sido fechados coma prefeitura de Pinheiro, mas também com as administrações de São Bento e Peri-Mirim.

De acordo com a PF, os contratos foram firmados com as principais associações rurais da região e teria sido apurado o desvio de quase totalidade dos recursos. Entre 2018 e 2021, somente as três prefeituras teriam se envolvido em irregularidades calculadas em R$ 3,8 milhões. Os valores desviados teriam chegados a agentes públicos, segundo a PF, através dessas associações e de empresas de fachada.

Um dia após a operação 5ª Potência, no dia 23 de março, Genésio esteve com Arthur Lira, durante cerimônia em que o presidente da Câmara de Deputados foi homenageado com a Medalha do Mérito Municipalista Maria Félix. Na ocasião, Lira estava acompanhado do senador Weverton Rocha.

As obras da mansão de Luciano estariam paradas desde que as operações da PF tiveram início.

0 comentários:

Postar um comentário

Curta a Página do Blog do Neto Weba


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO