quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Governo dá posse a 55 gestores indígenas de escolas da Rede Estadual

 

Em solenidade na Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (Fetaema), o Governo do Estado realizou, nesta terça-feira (07), o Ato de Designação dos Gestores Indígenas da Rede Estadual. Foram empossados 55 gestores, membros das diversas etnias do Maranhão, como Tentehar/Guajajara, Ka’apor, Pyhcop Cati/Gavião, Canela/Memortumre e Krikati.

A ação marca um momento histórico para o Estado, transformando as escolas indígenas em escolas sede, deixando de ser anexo. A medida dá mais autonomia administrativa para 55 unidades escolares, que terão seus gestores indicados por meio de portaria.

O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, ressaltou que a nomeação dos indígenas para o cargo de gestor é um momento importante para os povos indígenas e destacou que as políticas públicas devem levar em conta as suas tradições.

“Hoje nós fizemos um ato histórico. Nomeamos 55 gestores indígenas para o cargo de diretor de escolas, uma conquista extraordinária, um momento que valoriza a nossa cultura, a cultura indígena e ao mesmo tempo transfere conhecimento. Vamos continuar aperfeiçoando e levando políticas públicas às comunidades indígenas, e valorizando, acima de tudo, a preservação de sua cultura”, expressou Brandão.

Durante a solenidade, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, falou da importância do ato para os indígenas do Maranhão. “Mais um dia histórico para a educação maranhense e para o Estado do Maranhão. A nomeação dos gestores indígenas significa respeito, preservação e dedicação do Governo Flávio Dino a quem mais precisa. Continuaremos trabalhando, com muito respeito e muita dedicação e contribuindo para o fortalecimento dos povos indígenas do Maranhão”, exprimiu.

“Esse momento, que estamos vivendo hoje, é de extrema importância para nós indígenas, principalmente depois de muitos anos de reivindicações. Hoje vemos o quanto a nossa escola avançou, através de nossas lutas e estamos muito felizes por receber a nossa posse de gestores, principalmente eu que sou mulher e isso é de uma representatividade muito grande”, proferiu Rosilene Guajajara de Sousa, da Aldeia Maçaranduba, terra indígena Caru, no município de Bom Jardim.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO