sábado, 20 de novembro de 2021

Equatorial emite nota após sequestro de colaboradores por indígenas no MA

A Equatorial emitiu nota nesta sexta-feira, 19, a respeito do sequestro de dois colaboradores da empresa por indígenas do Povo Akroá Gamella, da Terra Indígena (TI) Taquaritiua, na região da Baixada Maranhense.

O fato ocorreu na quinta-feira, 18. Na ocasião, um veículo da empresa foi incendiado.

Segundo a concessionária de energia elétrica, a equipe realizava a finalização da construção da Linha de Distribuição – LD Miranda, no Maranhão, com 150 km de extensão, “com todas as licenças emitidas pelos órgãos competentes”.

“Na condução da obra, os colaboradores foram abordados pelos indígenas Akroá-Gamella pedindo a paralisação da obra e a suspensão das atividades, e na manhã do dia 18/11 quando a empresa enviou colaboradores na tentativa de agendar uma reunião com a finalidade de entender os pleitos, os indígenas se exaltaram, mantiveram todos reféns por algumas horas, tomaram as armas dos policiais que foram chamados para tentar controlar a situação e atearam fogo nos veículos da concessionária. Um reforço foi solicitado e os reféns foram libertados sem ferimentos.

A Companhia, diante da situação exposta, de imediato suspendeu a obra até que os fatos sejam investigados pelos órgãos competentes, de modo a garantir a segurança de todos”, diz o comunicado.

Também em nota, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) declarou que até dois policiais militares chegaram a ser feitos reféns, até a chegada de reforços.

Pelo menos 12 indígenas foram levados à delegacia de Viana para esclarecimentos.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO