quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Setembro Amarelo: escolas da rede pública estadual recebem profissionais em programação alusiva

 

Em alusão ao encerramento da campanha Setembro Amarelo, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) – por meio do Projeto “Emaranhando Vidas” –, tem promovido, desde a última semana, uma série de atividades presenciais e remotas em escolas da rede pública estadual para prevenção ao suicídio, a partir de temas específicos pela a promoção da saúde emocional na escola.

Em São Luís, a programação, que inclui rodas de conversas com profissionais e acadêmicos da área da saúde, tem acontecido de forma presencial. É o momento onde são abordadas questões trazidas principalmente pelo advento da pandemia de Covid-19, relacionadas ao período de suspensão das aulas presenciais, como ansiedade, depressão, automutilação, tentativa de suicídio, drogas, bullying e outros.

“Essas rodas de conversa têm acontecido por meio do projeto “Emaranhando Vidas”, nas escolas da rede estadual, durante essas últimas semanas do mês em alusão ao Setembro Amarelo. Aqui em São Luís, as atividades têm acontecido de forma mais centrada, presencialmente, em 25 escolas da região. E nas escolas das demais regiões do estado, as “rodas” também acontecem, só que de forma online, com os estudantes da rede”, explica a psicóloga Andressa Gonçalves.

O projeto “Emaranhando Vidas” foi idealizado pela Seduc para promover ações de caráter formativo, educativo-informativo, para a comunidade escolar, visando além da promoção da saúde emocional na escola, a quebra de tabus, estigmas e preconceitos associados aos problemas de saúde mental.

“É de grande valia o ‘Emaranhando Vidas’, porque busca resgatar mesmo a vida das pessoas que estão em situação de risco, com a saúde mental comprometida. Então, ações como essas são sempre muito bem-vindas”, destacou Leila Melo, gestora-geral do Centro Educa Mais Barjonas Lobão, localizado no bairro da Cidade Operária.

Roda de Conversa no C.E. Rio Grande do Norte

Na terça-feira (28), a comunidade escolar que também recebeu a “Roda de Conversas” foi a do Centro de Ensino Rio Grande do Norte, localizado no bairro do Radional, em São Luís. Por lá, os estudantes contaram com a presença de profissionais da Secretaria de Estado da Saúde (SES), por intermédio do Departamento de Atenção à Saúde Mental, e acadêmicos de Psicologia de instituições de ensino superior parceiras da Seduc no “Emaranhando Vidas”.

“Essa é só uma das ações do ‘Emaranhando Vidas’, que tem buscado quebrar preconceitos, esclarecer e trazer o acolhimento para as escolas nesse momento tão complicado que ainda estamos vivendo, uma vez que a pandemia ainda não acabou. Aqui, além dessa programação alusiva ao Setembro Amarelo, em que estamos recebendo profissionais e acadêmicos, vamos manter o atendimento individualizado aos nossos estudantes e profissionais da escola que sinalizem a necessidade desse acompanhamento psicológico e emocional. E a Seduc está de parabéns por essa parceria entre escola e instituições. É uma importante ação que tem demonstrado esse olhar diferenciado para o ser humano”, afirmou a gestora-geral do Centro de Ensino Rio Grande do Norte, Kalyanne Fontenelle.

Atualmente, o centro de ensino já conta com a parceria de dez acadêmicos do 6º período do curso de Psicologia da Uninassau, uma das IES parceiras da Seduc no projeto.

“Esse é um momento super importante, porque é um momento de prevenção, e por ser um tema muito delicado, a gente tem que ter toda uma abordagem de como temos que chegar nesses alunos para tratar sobre essas questões, principalmente nesse momento de pandemia em que os índices de doenças psicológicas têm crescido cada vez mais. É um momento relevante para que esses estudantes entendam que tem abertura para nos procurarem e entenderem que não estão sozinhos nessa”, pontuou a acadêmica Vanessa Soares.

“Tem sido maravilhoso esse trabalho desenvolvido pelos profissionais aqui na nossa escola. O acolhimento que tenho recebido das psicólogas aqui tem sido muito bom e penso que vai me ajudar muito com as questões da minha vida, além de ajudar com o meu rendimento escolar também”, expressou Hevelyn dos Santos, estudante do 8º ano do Ensino Fundamental do C.E. Rio Grande do Norte.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO