terça-feira, 13 de julho de 2021

MA não autorizou antecipar aplicação de 2ª dose de AstraZeneca

REUTERS/Dado Ruvic

De O Estado

O Maranhão nega qualquer autorização para que municípios antecipem de forma autônoma as doses da vacina AstraZeneca, contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por enquanto, nem mesmo há um estudo acerca desta orientação por enquanto.

A informação foi divulgada no dia 8 deste mês pelo Estadão. Segundo a reportagem, além do Maranhão, outros estados como Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Santa Catarina também teriam orientado cidades para executarem a medida. A antecipação, de acordo com a matéria, reduziria de 12 para 8 semanas o intervalo entre as doses.

Além destes estados, de acordo com o portal G1, Acre, Tocantins e Piauí também teriam antecipado o prazo das doses.

O objetivo da orientação seria, ainda segundo a reportagem, evitar desperdícios de lotes de vacinas supostamente recebidas por estados com prazos de validade próximos de expirarem. Outra razão é o temor com a variante Delta, registrada segundo cientistas no país, inclusive no Maranhão.

Até o fechamento desta reportagem, o Maranhão contabilizava 4.272.380 doses recebidas desde o início da campanha.

Deste total, ainda segundo dados da SES, 56,2% das vacinas são AstraZeneca. De acordo com a atual preconização do Ministério da Saúde (MS), via Programa Nacional de Imunização, estima-se um intervalo de 12 semanas entre uma e outra dose deste imunizante.

Em nota, a Fiocruz – responsável pela produção do imunizante – já admite a possibilidade de uso da vacina em um intervalo de 4 a 12 semanas. O Ministério da Saúde, por sua vez, informa que o assunto ainda segue em discussão.

Na capital, por exemplo, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou que qualquer alteração na forma de aplicação das doses de qualquer vacina seguirá à orientação técnica do MS. Ontem (11), o governo de São Paulo orientou que, por enquanto, não reduzirá o tempo de aplicação entre a primeira e a segunda dose da AstraZeneca. O Distrito FEderal

Ainda em São Luís, ontem (11) pessoas com segundas doses das vacinas AstraZeneca programadas para hoje (13) e amanhã (14) puderam receber o imunizante. Até o momento, de acordo com a Prefeitura de São Luís, nenhum usuário que antecipou em um ou em dois dias o recebimento da segunda dose da AstraZeneca alegou efeito adverso.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO