quarta-feira, 7 de julho de 2021

Boi de Ribamar e prefeitura trocam acusações sobre responsabilidade na aglomeração do “Lava Bois”

No último domingo, São José de Ribamar, na grande São Luís, foi palco de mais uma festa de Lava-Bois, evento tradicional na cidade. O encontro foi criticado por promover uma grande aglomeração em plena pandemia.

O Boi de Ribamar e a Prefeitura de São José de Ribamar trocaram acusações sobre responsabilidade na aglomeração.

A Prefeitura emitiu uma nota esclarecendo que não foi responsável pelo arrastão realizado pelo Boi de Ribamar. Segundo a nota, assim que soube do ocorrido, acionou sua equipe que atua na fiscalização do decreto municipal para dispersar o público.

A prefeitura informa, também, que todas as medidas estão sendo tomadas para chegar aos responsáveis e puni-los, conforme o decreto municipal.

Segundo o Boi de Ribamar, em nota, a diretoria enviou um oficio a Prefeitura e a PMMA pedindo policiamento e apoio à logística.

Ainda no documento, o batalhão disse que utilizou de seu direito constitucional de ir e vir por meio da carreata, e de livre manifestação cultural. Disse que possui estrutura para realizar eventos, mas não para conter multidão e que isso é papel do Estado e da Prefeitura.

Explicaram que todos os brincantes que estavam no trio foram rigorosamente testados negativo para a Covid-19 e vacinados.

“Tomamos as providencias que nos couberam. Não temos responsabilidade com a aglomeração causada e não fomos o único bumba-boi que se apresentou e aglomerou”, disse a nota nas redes sociais.

0 comentários:

Postar um comentário


NAVEGUE COM A MELHOR INTERNET

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO