segunda-feira, 5 de julho de 2021

Agentes penitenciários são presos por envolvimento com facção criminosa em Pedrinhas

Dois servidores temporários da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) foram presos em flagrante no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Segundo informações da Polícia Civil, eles são suspeitos de integrarem uma facção criminosa e estarem envolvidos diretamente num esquema que facilitava a entrada de produtos ilícios dentro de presídios.

A operação, que resultou na prisão nesse domingo (4), foi fruto de uma investigação que já estava em andamento na Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor) e que contava com uma medida de Ação Controlada, a qual vinha sendo desenvolvida conjuntamente com a Polícia Penal da Seap e do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco/MP).

Na ação foram apreendidos cinco celulares com diversos componentes, como carregadores, fones de ouvido e peças de reposição, uma pistola .380 e um veículo de luxo, pertencente a um dos autuados e aparentemente incompatível com sua renda familiar.

Segundo o superintendente da Seccor, Ricardo Moura, esta não foi uma ação isolada, além de ser fruto de um trabalho conjunto que vem sendo desenvolvido entre a Superintendência de Combate à Corrupção e a Seap, que nos últimos meses já deu origem a outras investigações voltadas ao combate de ações criminosas destinadas a beneficiar presos, especialmente aquelas que contam com a participação de servidores públicos.

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade