domingo, 9 de maio de 2021

Felipe Camarão aponta cinco opções partidárias para disputar cargo de deputado federal em 2022


Secretário de Estado da Educação, em entrevista ao programa Ponto Continuando, também confirmou para o mês de agosto o retorno das aulas presenciais ou híbridas.


Considerado como um dos melhores quadros administrativos do Governo Flávio Dino, o secretário Felipe Camarão, titular da pasta da Educação, vem sendo sondado por pelos menos cinco partidos, que desejam tê-lo em seus quadros para a disputa proporcional do ano que vem.

Na noite de ontem, em entrevista ao programa Ponto Continuando, da Rádio Educadora AM 560, apresentado pelos jornalistas Clodoaldo Corrêa, Glaucio Ericeira e Rogério Silva, Camarão ratificou a sua pré-candidatura a deputado federal e afirmou que, em breve, seguindo orientação do próprio Dino, líder do seu grupo político, definirá o seu futuro partidário.

O secretário não descartou a possibilidade de concorrer pelo DEM, sigla na qual está filiado.

No entanto, também analisa possibilidades de ingressar em outras legendas que gravitam na órbita de apoio ao Palácio dos Leões, quais sejam PT, PC do B, PSDB e PSB.

Dino, de acordo com informações de bastidores, não deverá permanecer no PC do B e sua filiação ao PSB é dada como certa.

“O PSB seria um caminho. Tenho excelente relação com o partido e seus quadros. Mas também há possibilidade de filiação ao PT, PSDB, PC do B ou trabalhar o projeto no próprio DEM, siglas com as quais também mantenho ótima relação. Estou aguardando uma decisão final do governador Flávio Dino, que é o meu líder, para decidir-me também”.

Felipe Camarão afirmou que decidiu candidatar-se a um cargo eletivo objetivando trabalhar mais pela Educação de qualidade no Maranhão.

“Nunca pensei em disputar eleição. Porém, depois de mais de sete anos auxiliando o governador na Secretaria de Estado da Educação, onde obtivemos grandes avanços e conquistas, decidi que posso continuar ajudando o Maranhão como deputado federal”.

Questionado sobre a retomada das aulas presenciais na rede estadual de ensino, o secretário e pré-candidato informou que, hoje, mais da metade dos profissionais que fazem parte da rede já tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid e, até o fim de julho, todos estarão imunizados com a segunda dose.

“O objetivo é retomar o ano letivo, de forma presencial ou híbrida, no mês de agosto. Iremos adotar protocolos sanitários rígidos para garantir a segurança de todos. Afinal, nada se compara, nada substitui o ensino presencial, o professor e o aluno dentro da sala de aula”.

Camarão explicou, ainda, que Prefeituras e instituições privadas de ensino possuem autonomia para determinar o retorno do ensino presencial ou híbrido nos municípios.

Garantiu, no entanto, que o Governo do Estado está em permanente diálogo com os representantes destas instituições visando fazer com que todas as redes voltem a operar com maior capacidade a partir de agosto.

O secretário fez um balanço extremamente positivo do trabalho desenvolvido nestes mais de sete anos, citando cerca de 1.200 obras físicas já executadas na rede estadual.

“No início do Governo, a determinação era que construíssemos novas escolas, por que a maioria era de taipa. O Escola Digna mudou esta realidade. Hoje, as demandas são outras. Vão desde a implantação de quadras poliesportivas até o trabalho de reequipar estas unidades de ensino”.

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade