domingo, 25 de abril de 2021

Mulher é presa por executar duas adolescentes em Timon



Na data de 21/03/2021, por volta das 15h, foram encontrados, enterrados numa cova rasa, os corpos das adolescentes Maria Eduarda de Sousa e Joyce Ellen dos Santos Moreira de 17 e 15 anos, respectivamente.

No dia anterior, 20/03/2021, as adolescentes foram mortas a golpes de foice, facão, pá e pedaços de madeira, mas antes foram torturadas e tiveram que cavar as covas onde foram enterradas.

Suspeita-se que uma delas ainda estava viva quando foi enterrada.

Desde o dia do fato, a equipe de investigação desta delegacia iniciou as investigações, e logo ficou claro que as mortes das adolescentes estava relacionada com a “guerra” de facções criminosas.

As investigações apontaram que a morte das vítimas foi comandada pela mulher de iniciais E.L.S.S., “disciplina” do quadro feminino de uma facção criminosa. As vítimas, apesar de não serem faccionadas, se relacionavam com integrantes de outras facções.

Maria Eduarda morava na área de uma facção e Joyce Ellen na área que predomina outra facção, eram amigas, cada qual brincava de fazer com os dedos o símbolo das facções, a amizade superava a guerra das facções.


As vítimas eram de Teresina/PI, e foram atraídas para esta cidade, onde foram julgadas e sentenciadas, sob o comando da “disciplina” da facção, condenando-as a morte de uma crueldade pouco vista nesta cidade.

No dia seguinte ao fato, as investigações já apontavam a investigada, que ao ver o cerco fechar em torno de si, empreendeu fuga de Timon. Foi Representada pela Prisão Temporária da investigada, sendo tal medida decretada pela Vara de Execuções Penais desta Comarca de Timon.

Em ação mútua com o Departamento de Combate ao Crime Tecnológico-DCCT da SEIC/MA, os indícios apontavam que a investigada estaria na cidade de Belém/PA, para onde uma equipe da Delegacia de Homicídios de Timon e outra do DCCT/SEIC se deslocaram. Em conjunto com a Divisão de Homicídios daquela cidade, foi localizado pessoas que conviveram com a investigada.

Ficou esclarecido que a investigada passou alguns dias na cidade de Belém, mas que já tinha ido embora para a cidade Carlos Barbosa/RS.

Foi repassado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa-DHPP, da cidade de Canoas/RS, as informações onde a investigada poderia está homiziada. A Divisão de Inteligência daquela delegacia, então passou a efetuar levantamentos e na manhã de hoje, localizou E.L.S.S., numa casa na cidade de Carlos Barbosa/RS.

Foi então dado cumprimento ao Mandado de Prisão Temporário em desfavor da referida, que deverá ser recambiada para esta cidade nos próximos dias.

O trabalho integrado entre as policias deste Estado do Maranhão, Pará e Rio Grande do Sul, proporcionou o êxito na localização da acusada do crime tão cruel.

O fato segue investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Timon.

0 comentários:

Postar um comentário