quinta-feira, 1 de abril de 2021



Durante coletiva realizada nesta quinta-feira (01), o governador do Maranhão, Flávio Dino, falou sobre o atual panorama da saúde no estado e manteve o decreto estadual até dia 11 de abril. O que muda é que o governador autorizou o retorno do funcionamento presencial do serviço público estadual com 50% da capacidade e revezamento entre funcionários. Os funcionários do grupo de risco seguem afastados.

Continuam suspensos os eventos; o comércio e a indústria continua funcionando de 9h as 21h e os supermercados, salões, academias e igrejas continuam em funcionamento com 50% da capacidade, assim como bares e restaurantes.

Além disso, foram anunciadas mudanças no cronograma de pagamento do IPVA 2021. Segundo o governador, quem pagar em cota única até o dia 31 de maio pagará com 10% de desconto. A primeira cota será de 04 a 30 de junho, a segunda cota de 05 a 30 de julho e a 3º cota de 5 e 30 de agosto.

Leitos

O Governo do Maranhão implantou 955 leitos em 2021, sendo 608 clínicos e 347 de UTI. Entre os últimos hospitais recebidos, está o Hospital de Campanha que recebeu 60 leitos, além dos 35 leitos no Hospital de Referência de Bacabal e 10 leitos de UTI no anexo da Maternidade de Alta Complexidade, na Cohab.

Ações

Flávio Dino comentou também sobre as ações que estão sendo feitos para melhorar as condições socioeconômicas e sanitárias no estado. Entre as ações, foram entregues mais de 2,2 milhões de máscaras de proteção para a população, distribuição de cestas básicas, novo sorteio do Programa Minha Casa Melhor no valor de R$ 600 para os beneficiários do Programa Bolsa Família em cidades do Maranhão.

“Iremos dar continuidade com os esforços do governo para vencer essa etapa mais desafiadora do coronavírus com medidas econômicas e sanitárias. A boa notícia é que evitamos um colapso no Maranhão e estamos em busca de novas estratégias em garantir novas doses de vacina para o nosso estado”, destacou Flávio Dino.

0 comentários:

Postar um comentário