sábado, 3 de abril de 2021

Ensino Remoto: Governo investe em tecnologias e ferramentas para manter aprendizagem de estudantes na pandemia

A TV Educação Caminho para o Saber vai completar, na próxima quinta-feira (8), um mês de exibição (Foto: Divulgação)


Estudantes maranhenses matriculados na Rede Pública Estadual contam, desde o ano passado, com uma série de ferramentas para garantir o processo de aprendizagem durante o ensino remoto, estabelecido em Decreto Estadual em decorrência da pandemia de Covid-19. Os investimentos e medidas adotadas pelo Governo do Estado nesse período compreendem ações com o uso da internet, canais abertos de radiodifusão (TV e Rádio) e materiais impressos para estudantes residentes em regiões sem cobertura de rede de celular.
A TV Educação Caminho para o Saber, que é o canal aberto de televisão adquirido pelo Governo do Maranhão para transmissão de aulas vai completar, na próxima quinta-feira (8), um mês de exibição com sinal nas diversas regiões do estado. “A aula pela televisão é mais uma oportunidade de aprender e de fortalecer o vínculo de todos os estudantes maranhenses com a escola e com a educação como um todo, para fortalecer a sua jornada e aprendizagem”, avaliou Marina Murphy Diniz, professora de Sociologia.

Além das aulas para estudantes das três séries do Ensino Médio, a programação conta com a parte diversificada do currículo e, em breve, terá novidades como: cursos e oficinas profissionalizantes do Programa Maranhão Profissionalizado, filmes produzidos pela Escola de Cinema, aulas da Educação de Jovens e Adultos Integrado à Educação Profissional (Ejatec), e conteúdos em parceria com a Fundação Itaú, Canal Futura e o “Vamos Aprender”, que são conteúdos educativos, iniciativa do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) em parceria com organizações sociais.

O subsecretário da Educação, Danilo Moreira, sublinhou que, desde o início da pandemia, o Governo do Estado não tem medido esforços para apoiar os estudantes e professores na continuidade de suas atividades educacionais.

“Nós estamos distribuindo chips com pacotes de dados para democratizar o acesso à internet, atualizando permanentemente a plataforma Gonçalves Dias, também na internet, já são mais de 3 mil conteúdos educacionais, videoaulas, apostilas, roteiros e simulados, e transmissões de aulas pelo rádio diariamente na Rádio Timbira. No início desta semana disponibilizamos, também, o podcast ‘Fiquem em casa aprendendo’, na plataforma Spotify, para que o estudante possa acompanhar as aulas de onde estiver, e desde o dia 8 de março estamos com a TV Educação, com aulas diárias e conteúdos educacionais especialmente preparados e selecionados para manter viva a educação nesse período tão difícil da pandemia”, enumerou.

A gama de ações articuladas no âmbito da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) também inclui uma série de webinários formativos, realizados frequentemente pelo canal do Youtube da Secretaria, com a presença de especialistas renomados e autoridades educacionais que possibilitam debates e orientações aos profissionais da educação, a fim de propor estratégias e mitigar impactos da pandemia no fazer pedagógico.

Outro caminho optado pela Seduc para a educação durante esse período pandêmico, foi a realização de avaliação diagnóstica para estudantes, com o propósito de sondar o desenvolvimento de habilidades de leitura, interpretação textual e resolução de problemas com base na Matriz de Referência de Língua Portuguesa e Matemática. A primeira foi realizada no mês de setembro e, no último mês, quase 6 mil estudantes das escolas em tempo integral também foram submetidos à avaliação, totalizando 88% do alunado da rede integral.

0 comentários:

Postar um comentário

CUIDE DO SEU SORRISO

CUIDE DO SEU SORRISO

Internet de Qualidade