quinta-feira, 25 de março de 2021




Mais de 5,8 mil estudantes da 1ª série dos Centros Educa Mais, o que equivale a 88% dos estudantes, participaram da Avaliação Diagnóstica, realizada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Na última sexta-feira (19) ocorreu de forma virtual formação a apresentação dos resultados, com a participação de 180 professores dos Centros Educa Mais, entre eles: Coordenadores de Linguagens, Coordenadores de Matemática e Gestores Pedagógicos.

Na formação foram apresentados os resultados da segunda etapa da avaliação das escolas contempladas no edital 01/2021, ao todo, 53 Centros Educa Mais. Foram 10 itens de Matemática e 10 itens de Língua Portuguesa a partir da seleção e análise da equipe da frente de avaliação de desempenho da rede integral.

De acordo com a Coordenadora de Avaliação Educacional da Rede Integral, Ana Cecília, a Formação com os gestores foi de suma importância para debater a porcentagem de estudantes que realizaram a avaliação.

“Essa formação foi muito proveitosa, teve duração de 3 horas para cada sala temática e o nível de satisfação dos professores foi muito alto, a devolutiva foi extremamente positiva. Eles solicitaram mais formações dessa categoria. Os professores precisam ser cada vez mais formados em relação às metodologias de aula e as aproximações em relação a BNCC [Base Nacional Comum Curricular], que tanto nos traz elementos complexos e precisam ser adaptados para a realidade de cada sala de aula”, explicou.

A formação também contou com a participação de profissionais do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAeD), de Língua Portuguesa e Matemática, os quais apresentaram importantes contribuições para a discussão dos resultados da avaliação e construção de estratégias para o nivelamento dos estudantes.

Vale ressaltar que a avaliação diagnóstica foi realizada com o objetivo de fornecer contribuições para intervenções pedagógicas mais assertivas, visando sempre melhorias do processo de ensino-aprendizagem dos estudantes da 1ª série do ensino médio.

De acordo com a gestora pedagógica do Centro Educa Mais Dayse Galvão, Fernanda Maciel, a formação foi importante para mostrar pontos nos quais os professores precisam atuar, melhorando os desafios de aprendizagem.

“Tivemos uma formação bastante rica em que se apresentou o formato avaliativo que fizemos bastantes reflexões: para que serve a avaliação, que elemento ela não traz para refletir o feedback voltado à metodologia do professor, um feedback ao próprio estudante, então, que elementos a avaliação nos traz para intervenção na aprendizagem desses discentes, além disso, na formação que estava, voltada às habilidades da Língua Portuguesa, tratou-se das habilidades essenciais dessa língua e como as outras disciplinas podem e devem ser apoiadoras do processo. Essas habilidades são essenciais para todos os componentes e realizar uma tarefa coletiva e intensa, com todos, uma tarefa também de corresponsabilidade. Dessa forma, com certeza, chegaremos a resultados muito mais expressivos no desenvolvimento da aprendizagem dos nossos alunos aqui do Maranhão”, concluiu

0 comentários:

Postar um comentário