segunda-feira, 27 de julho de 2020


O projeto Posto A, que promove atividades esportivas na área da Península da Ponta d’Areia e foi interditado hoje (27) pela Vigilância Sanitária Estadual após a realização de um pagode na tarde/noite de ontem , emitiu uma nota de esclarecimento na qual diz não ter qualquer relação com a roda de samba formada no local.

O comando do projeto diz que as determinações das autoridades serão acatadas, mas pondera que a atração cultural que se apresentou na praia surgiu “por iniciativa de frequentadores da praia” e apenas ficou localizada próximo ao ponto de apoio das suas atividades.

Leia a nota

O projeto Posto A, desenvolvido na Península da Ponta D’areia, informa que recebeu hoje, 27/07, a fiscalização da Vigilância Sanitária estadual e que acata todas as suas determinações.

Nosso projeto se baseia essencialmente na prática de esportes sem contato físico e atividades de lazer ao ar livre.

Seguimos recomendando aos praticantes que cumpram as recomendações das autoridades de saúde relativas ao distanciamento e uso de máscara.

Informamos, ainda, que a roda de samba ocorrida ontem em local próximo ao das nossas atividades não possui nenhum vínculo com o projeto, tendo surgido por iniciativa de frequentadores da praia.

0 comentários:

Postar um comentário