segunda-feira, 27 de julho de 2020


Após a realização de um pagodão nas areias da Península da Ponta d’Areia, na tarde/noite de ontem (26), fiscais da Vigilância Sanitária, acompanhados da Polícia Militar, estiveram hoje (27) no local conhecido como “Posto A”.

Segundo informações de Manoel Cid Castro, espécie de síndico dos proprietários de bares e restaurante do local, a fiscalização determinou a retirada de barracas da areia.

“Eles vieram realmente por causa da questão do samba. Mandaram recolher tudo, interditaram a questão da barraca do Posto A. Bola pra frente. A gente tem que até aplaudir a atitude dos caras, porque existe um processo de pandemia, existe um decreto estadual proibindo de se fazer isso, e as pessoas fizeram com irresponsabilidade”, afirmou Cid Castro num áudio ao que o Blog do Gilberto Léda obteve acesso.

Durante o pagode de domingo, chamou muita atenção a grande aglomeração de pessoas sem máscaras na faixa de areia.

Via Gilberto Leda

0 comentários:

Postar um comentário